A maior rede de estudos do Brasil

1. Que tipo de organismos você esperaria encontrar vivendo numa fonte hidrotermal no mar profundo?

Ecologia

UFMS


4 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

A vida tem sido tradicionalmente impulsionada pela energia do sol, mas os organismos do fundo do mar não têm acesso à luz solar, por isso devem depender dos nutrientes encontrados nos depósitos químicos empoeirados e fluidos hidrotermais em que vivem. Anteriormente, os oceanógrafos bênticos assumiam que os organismos de ventilação dependiam da neve marinha, sendo os organismos do fundo do mar. Isso os deixaria dependentes da vida das plantas e, portanto, do sol. Alguns organismos de fontes hidrotermais consomem essa "chuva", mas com apenas um sistema desse tipo, as formas de vida seriam esparsas. Em comparação com o fundo do mar circundante, no entanto, as zonas de ventilação hidrotermal têm uma densidade de organismos de 10.000 a 100.000 vezes maior.


As comunidades de fontes hidrotermais são capazes de sustentar quantidades tão vastas de vida, porque os organismos de ventilação dependem de bactérias quimiossintéticas para alimentação. A água da fonte hidrotermal é rica em minerais dissolvidos e suporta uma grande população de bactérias quimioautotróficas. Estas bactérias usam compostos de enxofre, particularmente sulfeto de hidrogênio, para produzir produtos químicos orgânicos altamente tóxicos, para produzir material orgânico através do processo de quimiossíntese.


O ecossistema é formado com base na existência contínua do campo de fontes hidrotermais como fonte primária de energia, que difere da maior parte da vida superficial na Terra, que é baseada na energia solar. No entanto, embora muitas vezes se diga que essas comunidades existem independentemente do sol, alguns dos organismos são dependentes do oxigênio produzido por organismos fotossintéticos, enquanto outros são anaeróbicos.

A vida tem sido tradicionalmente impulsionada pela energia do sol, mas os organismos do fundo do mar não têm acesso à luz solar, por isso devem depender dos nutrientes encontrados nos depósitos químicos empoeirados e fluidos hidrotermais em que vivem. Anteriormente, os oceanógrafos bênticos assumiam que os organismos de ventilação dependiam da neve marinha, sendo os organismos do fundo do mar. Isso os deixaria dependentes da vida das plantas e, portanto, do sol. Alguns organismos de fontes hidrotermais consomem essa "chuva", mas com apenas um sistema desse tipo, as formas de vida seriam esparsas. Em comparação com o fundo do mar circundante, no entanto, as zonas de ventilação hidrotermal têm uma densidade de organismos de 10.000 a 100.000 vezes maior.


As comunidades de fontes hidrotermais são capazes de sustentar quantidades tão vastas de vida, porque os organismos de ventilação dependem de bactérias quimiossintéticas para alimentação. A água da fonte hidrotermal é rica em minerais dissolvidos e suporta uma grande população de bactérias quimioautotróficas. Estas bactérias usam compostos de enxofre, particularmente sulfeto de hidrogênio, para produzir produtos químicos orgânicos altamente tóxicos, para produzir material orgânico através do processo de quimiossíntese.


O ecossistema é formado com base na existência contínua do campo de fontes hidrotermais como fonte primária de energia, que difere da maior parte da vida superficial na Terra, que é baseada na energia solar. No entanto, embora muitas vezes se diga que essas comunidades existem independentemente do sol, alguns dos organismos são dependentes do oxigênio produzido por organismos fotossintéticos, enquanto outros são anaeróbicos.

User badge image

Leda Correa

Há mais de um mês

Ao redor dessas fontes numa temperatura de 150 C existe um ecossistema único,são quimioautotróficos apresentam grande índice de endemismo, são : Anelideos,moluscos e artrópodes.

Apresentam algum tipo de cobertura protetora ( ex: tubos, conchas e carapaças). Pórem endo e exosimbiontes são comuns.De maneira  geral existe  uma baixa fauna.

 

User badge image

Andre Smaira

Há mais de um mês

A vida tem sido tradicionalmente impulsionada pela energia do sol, mas os organismos do fundo do mar não têm acesso à luz solar, por isso devem depender dos nutrientes encontrados nos depósitos químicos empoeirados e fluidos hidrotermais em que vivem. Anteriormente, os oceanógrafos bênticos assumiam que os organismos de ventilação dependiam da neve marinha, sendo os organismos do fundo do mar. Isso os deixaria dependentes da vida das plantas e, portanto, do sol. Alguns organismos de fontes hidrotermais consomem essa "chuva", mas com apenas um sistema desse tipo, as formas de vida seriam esparsas. Em comparação com o fundo do mar circundante, no entanto, as zonas de ventilação hidrotermal têm uma densidade de organismos de 10.000 a 100.000 vezes maior.


As comunidades de fontes hidrotermais são capazes de sustentar quantidades tão vastas de vida, porque os organismos de ventilação dependem de bactérias quimiossintéticas para alimentação. A água da fonte hidrotermal é rica em minerais dissolvidos e suporta uma grande população de bactérias quimioautotróficas. Estas bactérias usam compostos de enxofre, particularmente sulfeto de hidrogênio, para produzir produtos químicos orgânicos altamente tóxicos, para produzir material orgânico através do processo de quimiossíntese.


O ecossistema é formado com base na existência contínua do campo de fontes hidrotermais como fonte primária de energia, que difere da maior parte da vida superficial na Terra, que é baseada na energia solar. No entanto, embora muitas vezes se diga que essas comunidades existem independentemente do sol, alguns dos organismos são dependentes do oxigênio produzido por organismos fotossintéticos, enquanto outros são anaeróbicos.

User badge image

Andre Smaira

Há mais de um mês

A vida tem sido tradicionalmente impulsionada pela energia do sol, mas os organismos do fundo do mar não têm acesso à luz solar, por isso devem depender dos nutrientes encontrados nos depósitos químicos empoeirados e fluidos hidrotermais em que vivem. Anteriormente, os oceanógrafos bênticos assumiam que os organismos de ventilação dependiam da neve marinha, sendo os organismos do fundo do mar. Isso os deixaria dependentes da vida das plantas e, portanto, do sol. Alguns organismos de fontes hidrotermais consomem essa "chuva", mas com apenas um sistema desse tipo, as formas de vida seriam esparsas. Em comparação com o fundo do mar circundante, no entanto, as zonas de ventilação hidrotermal têm uma densidade de organismos de 10.000 a 100.000 vezes maior.


As comunidades de fontes hidrotermais são capazes de sustentar quantidades tão vastas de vida, porque os organismos de ventilação dependem de bactérias quimiossintéticas para alimentação. A água da fonte hidrotermal é rica em minerais dissolvidos e suporta uma grande população de bactérias quimioautotróficas. Estas bactérias usam compostos de enxofre, particularmente sulfeto de hidrogênio, para produzir produtos químicos orgânicos altamente tóxicos, para produzir material orgânico através do processo de quimiossíntese.


O ecossistema é formado com base na existência contínua do campo de fontes hidrotermais como fonte primária de energia, que difere da maior parte da vida superficial na Terra, que é baseada na energia solar. No entanto, embora muitas vezes se diga que essas comunidades existem independentemente do sol, alguns dos organismos são dependentes do oxigênio produzido por organismos fotossintéticos, enquanto outros são anaeróbicos.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas