A maior rede de estudos do Brasil

Como um imóvel com registro precário poderá ser ser transferido aos herdeiros? Há possibilidades de reunião dos inventários distribuídos ? Fundamente.

Direito Civil I

UNIDERP - ANHANGUERA


4 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Para responder essa pergunta devemos colocar em prática nosso conhecimento sobre Direito Civil.


Para a transferência de imóvel do indivíduo para os herdeiros há dois caminhos:

  1. A utilização de um contrato de usufruto feito pelo indivíduo que partiu quando em vida listando seus herdeiros;

  2. O inventário, que consiste em um documento contabilístico onde consta a listagem de bens que pertencem a uma pessoa e consequente partilha entre os herdeiros qualificados.

Para responder essa pergunta devemos colocar em prática nosso conhecimento sobre Direito Civil.


Para a transferência de imóvel do indivíduo para os herdeiros há dois caminhos:

  1. A utilização de um contrato de usufruto feito pelo indivíduo que partiu quando em vida listando seus herdeiros;

  2. O inventário, que consiste em um documento contabilístico onde consta a listagem de bens que pertencem a uma pessoa e consequente partilha entre os herdeiros qualificados.

User badge image

Andre Smaira

Há mais de um mês

Para responder essa pergunta devemos colocar em prática nosso conhecimento sobre Direito Civil.


Para a transferência de imóvel do indivíduo para os herdeiros há dois caminhos:

  1. A utilização de um contrato de usufruto feito pelo indivíduo que partiu quando em vida listando seus herdeiros;

  2. O inventário, que consiste em um documento contabilístico onde consta a listagem de bens que pertencem a uma pessoa e consequente partilha entre os herdeiros qualificados.

User badge image

Camila Oliveira da Silva

Há mais de um mês

Ao perder uma pessoa da família, além da tristeza e do abalo emocional, os parentes precisam enfrentar o inventário, procedimento jurídico que registra os bens do falecido e identifica quem são seus herdeiros, determinando como se dará a partilha da propriedade. Para que os bens possam ser utilizados sem nenhuma restrição, a recomendação dos especialistas é fazer o inventário o quanto antes. Outra sugestão é buscar o consenso entre os envolvidos sobre a partilha. “Além da burocracia do procedimento, a briga entre os herdeiros atrapalha e impede que a questão seja resolvida rapidamente”, afirma a advogada Vanessa Tavares Lois, do Marins Bertoldi Advogados Associados. Ter os documentos dos bens e do falecido em dia e organizados também facilita o processo, diz o diretor de cinema Eloi Pires Ferreira. Ele conta que quando deu entrada no inventário de sua mãe, com o auxílio de um advogado, tudo ocorreu sem nenhum entrave. “Meus pais sempre foram muito organizados, então estava tudo regularizado. Com a documentação necessária em mãos, foi muito tranquilo”, lembra. Veja quais as providências que devem ser tomadas para evitar transtornos com a partilha.

User badge image

Andre Smaira

Há mais de um mês

Para responder essa pergunta devemos colocar em prática nosso conhecimento sobre Direito Civil.


Para a transferência de imóvel do indivíduo para os herdeiros há dois caminhos:

  1. A utilização de um contrato de usufruto feito pelo indivíduo que partiu quando em vida listando seus herdeiros;

  2. O inventário, que consiste em um documento contabilístico onde consta a listagem de bens que pertencem a uma pessoa e consequente partilha entre os herdeiros qualificados.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas