A maior rede de estudos do Brasil

Como acontece a anemia falciforme?


3 resposta(s)

User badge image

Leo

Há mais de um mês

Essa anemia é genética. Nela, não temos diminuição de ferro, pois o problema esta na forma das hemácias (foice - falciforme). Com a forma de foice, ela tem dificuldade em transportar oxigênio, principalmente, e passar em vasos estreitos, que um hemácia normalmente passaria gracas a sua capacidade de dobrar-se.
Essa anemia é genética. Nela, não temos diminuição de ferro, pois o problema esta na forma das hemácias (foice - falciforme). Com a forma de foice, ela tem dificuldade em transportar oxigênio, principalmente, e passar em vasos estreitos, que um hemácia normalmente passaria gracas a sua capacidade de dobrar-se.
User badge image

Celso

Há mais de um mês

Numa hemoglobina normal há uma célula progenitora do eritrócito que produz RNA mensageiro, que se dirige ao ribossomo e produz a cadeia β da hemoglobina (formada por α1β1 e α2β2). Nessa cadeia β há muitos resíduos de aminoácidos, mas o sexto resíduo é o glutamato, que é polar. Em um capilar estreito, o glutamato confere a hemácia flexibilidade, fazendo com que ela consiga passar por um capilar pequeno, o que é o normal. Já na anemia falsiforme há uma mutação pontual no código genético, onde ao invés do glutamato haverá a valina, que é apolar. Isso impede interações hidrófilicas, como pontes de hidrogênio, e a hemácia não é mais tão flexível, fazendo a hemácia trancar no capilar, já que é como se fosse uma fibra intercelular, fazendo com que o oxigênio (O2) não seja levado para os tecidos.

Assim, há a falta de O2 e anoxia tecidual no cérebro, causando dores de cabeça e as hemácias serão destruídas, durando bem menos que 120 dias e causando a anemia hemolítica (lise das hemácias causando a forma de foice) e tendo o aumento da bilirrubina, podendo causar icterícia.

User badge image

Priscila

Há mais de um mês

A anemia falciforme é uma β hemoglobinopatia hereditária caracterizada pela presença de uma hemoglobina anormal, denominada HbS.
A HbS resulta da mutação no gene que codifica a cadeia β da globina, - produzindo uma alteração estrutural na molécula com a substituição de uma base nitrogenada no DNA (ácido glutâmico é substituído pela valina)... A substituição de aminoácidos na HbS modifica sua carga elétrica, pois a valina é um aminoácido de carga neutra e o ácido glutâmico apresenta carga negativa. Tal fato resulta em uma mobilidade mais lenta da HbS, quando comparada com a HbA1 normal, dificultando o transporte de O2

:)



Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes