Depreciacao

Segundo o CPC 27 – Ativo Imobilizado, depreciação é a alocação sistemática do valor depreciável de um ativo ao longo da sua vida útil e a depreciação do período deve ser normalmente reconhecida no resultado. Além disso, os benefícios econômicos futuros incorporados no ativo são consumidos pela entidade principalmente por meio do seu uso. No entanto, a obsolescência técnica ou comercial e desgaste normal enquanto o ativo permanece ocioso muitas vezes dão origem à diminuição dos benefícios econômicos que poderiam ter sido obtidos do ativo. Considere os seguintes itens dos ativos imobilizados de uma empresa rural: I – Máquina colheitadeira em uma empresa que produz laranjas. II – Máquina de ordenha matinal em uma empresa de laticínios. III – Máquina chocadeira em uma empresa de avicultura. IV – Picape utilizada pela empresa para levar os filhos dos funcionários até a escola. Acerca dos métodos de depreciação, o contador da empresa: (1 Ponto) Para os itens III e IV, não deve efetuar depreciação porque esses itens não sofrerão exaustão. Para os itens I e III, não deve efetuar depreciação porque esses itens não sofrerão desgaste. Para os itens II e IV, deve considerar a representação fidedigna e depreciar pelo método de unidades produzidas. Para os itens I e II, pode considerar a representação fidedigna e depreciar pelo método horas trabalhadas. Para os itens I e IV, deve considerar as taxas fiscais e a relevância e depreciar os tens pelo método quantidades produzidas.
Disciplina:Contabilidade Rural1.519 materiais

1 resposta(s)

  • thays

    Essa pergunta já foi respondida, cadastre-se para visualizar as respostas

Carregar mais