A maior rede de estudos do Brasil

Fontes Materiais e Fontes Formais do Direito

Quais as diferenças e quais são as Fontes materiais e fontes formais do direito??


1 resposta(s)

User badge image

Tarci

Há mais de um mês

Fontes Materiais / de produção: Refere-se ao meio pelo qual é a norma é estabelecida, a competência daquele que cria a norma. As fontes do direito, remetem às formas com as quais o direito se manifesta. Através das fontes do direito, podemos vislumbrar a efetivação da expressão do direito.

O estado por meio da união, que por sua vez utiliza-se da câmara dos deputados, legisla sobre assunto de interesse nacional. Aos entes, por meio de órgãos estatais, e aos órgãos estatais, denominamos fontes do direito, pois, através destes entes e órgãos, é criada/aprovada a lei; por criar a lei, chama-se fonte (donde provém algo).


 

Fontes formais/de conhecimento: Neste prisma, entende-se fonte do direito como a base usada para se fazer a justiça, pois aqui, direito pode ser entendido como justiça e a fonte, como base. Assim, fonte do direito pode ser entendido, neste cerne, como: base para se fazer a justiça.

Assim sendo, as fontes formais do direito são divididas em:

1) Fonte primária: É a fonte que primeiro se recorre, buscando nela a resposta para a causa, a base para a resolução do conflito. Lei: (formulação voluntária: vontade de alguém)

 

2) Fontes subsidiárias: Consoante diz o título, são fontes procuradas quando a fonte primária (lei), não é o suficiente. São elas:

2.a) Jurisprudência: Conjunto de decisões judiciais que têm o mesmo sentido, elaboradas por juízes e tribunais. A jurisprudência expressa o entendimento dos juízes a respeito de determinado assunto julgado. É utilizado como base para o julgamento por tribunais inferiores.

2.b) Costume (fonte espontânea):O costume baseia-se na repetição de práticas sociais, mas é efetivamente considerado costume quando a prática reiterada de condutas sociais, é acompanhada pela consciência de obrigatoriedade. Ou seja, toda a comunidade toma determinada atitude, por considerá-la correta e essencial à manutenção da sociedade.

 

https://roneyfischer.jusbrasil.com.br/artigos/333129300/fontes-do-direito-formal-e-material 

Fontes Materiais / de produção: Refere-se ao meio pelo qual é a norma é estabelecida, a competência daquele que cria a norma. As fontes do direito, remetem às formas com as quais o direito se manifesta. Através das fontes do direito, podemos vislumbrar a efetivação da expressão do direito.

O estado por meio da união, que por sua vez utiliza-se da câmara dos deputados, legisla sobre assunto de interesse nacional. Aos entes, por meio de órgãos estatais, e aos órgãos estatais, denominamos fontes do direito, pois, através destes entes e órgãos, é criada/aprovada a lei; por criar a lei, chama-se fonte (donde provém algo).


 

Fontes formais/de conhecimento: Neste prisma, entende-se fonte do direito como a base usada para se fazer a justiça, pois aqui, direito pode ser entendido como justiça e a fonte, como base. Assim, fonte do direito pode ser entendido, neste cerne, como: base para se fazer a justiça.

Assim sendo, as fontes formais do direito são divididas em:

1) Fonte primária: É a fonte que primeiro se recorre, buscando nela a resposta para a causa, a base para a resolução do conflito. Lei: (formulação voluntária: vontade de alguém)

 

2) Fontes subsidiárias: Consoante diz o título, são fontes procuradas quando a fonte primária (lei), não é o suficiente. São elas:

2.a) Jurisprudência: Conjunto de decisões judiciais que têm o mesmo sentido, elaboradas por juízes e tribunais. A jurisprudência expressa o entendimento dos juízes a respeito de determinado assunto julgado. É utilizado como base para o julgamento por tribunais inferiores.

2.b) Costume (fonte espontânea):O costume baseia-se na repetição de práticas sociais, mas é efetivamente considerado costume quando a prática reiterada de condutas sociais, é acompanhada pela consciência de obrigatoriedade. Ou seja, toda a comunidade toma determinada atitude, por considerá-la correta e essencial à manutenção da sociedade.

 

https://roneyfischer.jusbrasil.com.br/artigos/333129300/fontes-do-direito-formal-e-material 

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes