A maior rede de estudos do Brasil

Qual seria a alternativa que NÃO se configura enquanto um objeto de estudo da Psicologia.

Relacionamento Interpessoal

Autoconhecimento

Feedback

Administração de Conflitos

Julgar quem é culpado.


10 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

A alternativa que não representa um objeto da psicologia é julgar quem é culpado. A culpa, como a preocupação, é uma emoção inútil - inútil porque não precisamos nos sentir mal sobre nós mesmos para tomar ações corretivas.


A culpa é uma emoção inútil por três razões básicas: Você não pode mudar o passado, não importa quanto tempo ou com que frequência você pratica o sentimento de culpa.


Sentir-se culpado não desfaz os erros do passado nem nos leva a melhorar as coisas. Em outras palavras, por que se sentir culpado? Com desculpas pela platitude, há um anel de verdade sobre o ditado: "O passado é história e o futuro ainda tem que ser escrito". Estamos nos sentindo culpados sempre que nos julgamos duramente pelo que fazemos, dizemos ou achamos que viola nossos valores subjacentes.

A alternativa que não representa um objeto da psicologia é julgar quem é culpado. A culpa, como a preocupação, é uma emoção inútil - inútil porque não precisamos nos sentir mal sobre nós mesmos para tomar ações corretivas.


A culpa é uma emoção inútil por três razões básicas: Você não pode mudar o passado, não importa quanto tempo ou com que frequência você pratica o sentimento de culpa.


Sentir-se culpado não desfaz os erros do passado nem nos leva a melhorar as coisas. Em outras palavras, por que se sentir culpado? Com desculpas pela platitude, há um anel de verdade sobre o ditado: "O passado é história e o futuro ainda tem que ser escrito". Estamos nos sentindo culpados sempre que nos julgamos duramente pelo que fazemos, dizemos ou achamos que viola nossos valores subjacentes.

User badge image

Luciana Ingrid

Há mais de um mês

Julgar quem é culpado 

User badge image

Juliana Oliveira

Há mais de um mês

julgar quem é culpado 

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas