A maior rede de estudos do Brasil

Quais as características próprias de cada umas das seguintes pedagogias: Pedagogia tradicional, Pedagogia nova ou escolanovismo, Pedagogia tecnicista.


1 resposta(s)

User badge image

ljk hnkk

Há mais de um mês

Pedagogia Tradicional

Esta pedagogia é uma teoria não crítica, do século XIX. A organização desta do principio de que a educação é um direito para todos, surge ao decorrer dos interesses da nova classe social que chegara no poder, a burguesia. Tem a visão da sociedade, dos valores e normas, estabelecer os conteúdos da educação, as pautas de conduta, os métodos de ensino, os hábitos e normas que devem ser manifestada nos alunos e ideias a serem reproduzidas. Este modelo de educação estava em total desarmonia com o mundo e foi seriamente criticada, dando espaço ao surgimento de propostas de uma educação formal, baseada no modelo empresarial, típico do sistema de produção capitalista. O processo de ensino-aprendizagem tem de foco o professor, cada aluno tem o seu talento que será utilizado para ocupar o seu lugar, aquele que não aprender é ignorante, o fracasso é individual. A estrutura e funcionamento do sistema de ensino era baseada na meritocracia, aquele que não acompanhasse não conseguia permanecer.

Pedagogia nova

A pedagogia nova é uma teoria não crítica do século XX, ocorre um movimento de reforma da pedagogia tradicional, na qual a marginalidade não é mais do ignorante, o sistema de interação comportamental entre professor e aluno é focado no estudante, aquele que fracassa nesta pedagogia é considerado desajustado, pois todos tem lugar na sociedade, a escola passa a ser a forma de ajuste e adaptação dos indivíduos na sociedade. As consequências deste ensino é a degradação da qualidade do ensino, a perda da autoridade do professor e a desqualificação do trabalho do docente.

Pedagogia tecnicista

Esta teoria surge na percepção de que a teoria da pedagogia nova estava sendo ineficaz, em vista de que nada estava mudando, a pedagogia tecnicista nasce de uma maneira de tornar a educação operacional e objetiva, a intenção é viabilizar o modelo econômico e a internacionalização do mercado interno. O trabalho da escola ficou fragmentado para conseguir atender aos interesses do capitalismo industrial, nesta o individuo que fracassa é o improdutivo. A consequência de tal é a desqualificação alarmante do trabalho do docente

Pedagogia Tradicional

Esta pedagogia é uma teoria não crítica, do século XIX. A organização desta do principio de que a educação é um direito para todos, surge ao decorrer dos interesses da nova classe social que chegara no poder, a burguesia. Tem a visão da sociedade, dos valores e normas, estabelecer os conteúdos da educação, as pautas de conduta, os métodos de ensino, os hábitos e normas que devem ser manifestada nos alunos e ideias a serem reproduzidas. Este modelo de educação estava em total desarmonia com o mundo e foi seriamente criticada, dando espaço ao surgimento de propostas de uma educação formal, baseada no modelo empresarial, típico do sistema de produção capitalista. O processo de ensino-aprendizagem tem de foco o professor, cada aluno tem o seu talento que será utilizado para ocupar o seu lugar, aquele que não aprender é ignorante, o fracasso é individual. A estrutura e funcionamento do sistema de ensino era baseada na meritocracia, aquele que não acompanhasse não conseguia permanecer.

Pedagogia nova

A pedagogia nova é uma teoria não crítica do século XX, ocorre um movimento de reforma da pedagogia tradicional, na qual a marginalidade não é mais do ignorante, o sistema de interação comportamental entre professor e aluno é focado no estudante, aquele que fracassa nesta pedagogia é considerado desajustado, pois todos tem lugar na sociedade, a escola passa a ser a forma de ajuste e adaptação dos indivíduos na sociedade. As consequências deste ensino é a degradação da qualidade do ensino, a perda da autoridade do professor e a desqualificação do trabalho do docente.

Pedagogia tecnicista

Esta teoria surge na percepção de que a teoria da pedagogia nova estava sendo ineficaz, em vista de que nada estava mudando, a pedagogia tecnicista nasce de uma maneira de tornar a educação operacional e objetiva, a intenção é viabilizar o modelo econômico e a internacionalização do mercado interno. O trabalho da escola ficou fragmentado para conseguir atender aos interesses do capitalismo industrial, nesta o individuo que fracassa é o improdutivo. A consequência de tal é a desqualificação alarmante do trabalho do docente

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes