A maior rede de estudos do Brasil

O que é hipótese quimiosmótica?


5 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Para responder a esta pergunta devemos colocar em prática o nosso conhecimento em Bioquímica.


Foi proposta em 1961 pelo químico britânico Peter Dennis Mitchell, que recebeu o prêmio Nobel de Química em 1978 pela Teoria Quimiosmótica, onde explica a produção de energia dentro das mitocôndrias. Clarificando esta teoria, o nosso corpo precisa de energia e essa energia vem de uma molécula chamada Trifosfato de Adenosina ou ATP, ou seja, ela armazena a energia necessária para o funcionamento correto do organismo. Para que seja possível a existência dessa molécula, torna-se necessário um processo de quimiosmose, que é o movimento de íons de hidrogênio (prótons) através da membrana no decorrer da respiração celular, ou seja, passam de uma região com mais íons de hidrogênio para outra com menos concentração de íons. No momento em que o hidrogênio tenta passar para o lado oposto da membrana, ele move-se pela enzima ATP Síntese, e a ativa. Dessa forma, ocorre a geração de ATPs e resultando na produção de energia.


Sucintamente, o processo de geração de energia processa-se no interior das mitocôndrias, e o movimento de íons de hidrogênio através da membrada consegue produzir a molécula ATP.

Para responder a esta pergunta devemos colocar em prática o nosso conhecimento em Bioquímica.


Foi proposta em 1961 pelo químico britânico Peter Dennis Mitchell, que recebeu o prêmio Nobel de Química em 1978 pela Teoria Quimiosmótica, onde explica a produção de energia dentro das mitocôndrias. Clarificando esta teoria, o nosso corpo precisa de energia e essa energia vem de uma molécula chamada Trifosfato de Adenosina ou ATP, ou seja, ela armazena a energia necessária para o funcionamento correto do organismo. Para que seja possível a existência dessa molécula, torna-se necessário um processo de quimiosmose, que é o movimento de íons de hidrogênio (prótons) através da membrana no decorrer da respiração celular, ou seja, passam de uma região com mais íons de hidrogênio para outra com menos concentração de íons. No momento em que o hidrogênio tenta passar para o lado oposto da membrana, ele move-se pela enzima ATP Síntese, e a ativa. Dessa forma, ocorre a geração de ATPs e resultando na produção de energia.


Sucintamente, o processo de geração de energia processa-se no interior das mitocôndrias, e o movimento de íons de hidrogênio através da membrada consegue produzir a molécula ATP.

User badge image

Cristyane Limas

Há mais de um mês

É o processo de produção de energia dentro das mitocôndrias.

User badge image

Luna Silva

Há mais de um mês

hipótese quimiosmótica é o processo de produção de energia dentro das mitocôndrias. Ela explica como, criando um gradiente de prótons, você consegue produzir ATPs ”, afirma. Segundo ele, há dois atores nesse processo: a cadeia de elétrons e a ATP sintase.

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Para responder a esta pergunta devemos colocar em prática o nosso conhecimento em Bioquímica.


Foi proposta em 1961 pelo químico britânico Peter Dennis Mitchell, que recebeu o prêmio Nobel de Química em 1978 pela Teoria Quimiosmótica, onde explica a produção de energia dentro das mitocôndrias. Clarificando esta teoria, o nosso corpo precisa de energia e essa energia vem de uma molécula chamada Trifosfato de Adenosina ou ATP, ou seja, ela armazena a energia necessária para o funcionamento correto do organismo. Para que seja possível a existência dessa molécula, torna-se necessário um processo de quimiosmose, que é o movimento de íons de hidrogênio (prótons) através da membrana no decorrer da respiração celular, ou seja, passam de uma região com mais íons de hidrogênio para outra com menos concentração de íons. No momento em que o hidrogênio tenta passar para o lado oposto da membrana, ele move-se pela enzima ATP Síntese, e a ativa. Dessa forma, ocorre a geração de ATPs e resultando na produção de energia.


Sucintamente, o processo de geração de energia processa-se no interior das mitocôndrias, e o movimento de íons de hidrogênio através da membrada consegue produzir a molécula ATP.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas