A maior rede de estudos do Brasil

obesidade relacionando a histologia


3 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

Andre Verified user icon

Há mais de um mês

A obesidade é conhecida como a característica do indivíduo que apresenta peso acima do esperado para seu tamanho.

O tecido adiposo está relacionado ao armazenamento de gordura em nosso organismos, sendo que, para um ideal funcionamento, é necessário que uma limitada quantidade de gordura esteja presente. Caso esse limite seja excedido, a pessoa é considerada acima do peso. Esse aumento de peso está relacionado com o crescimento das células de armazenamento de gordura que, quanto mais sua quantidade, mais pesadas ficam.

Por isso que para que haja a perda de peso, é necessário que se consumam as células do tecido adiposo na forma de energia, para que as diminua de tamanho.

Vale ressaltar que durante a perda de peso, as células do tecido adiposo não são destruídas, mas sim reduzidas. Por isso que muitas pessoas recorrem à lipospiração, que é a eliminação das células de gordura do organismo para que elas não cresçam novamente.

 

A obesidade é conhecida como a característica do indivíduo que apresenta peso acima do esperado para seu tamanho.

O tecido adiposo está relacionado ao armazenamento de gordura em nosso organismos, sendo que, para um ideal funcionamento, é necessário que uma limitada quantidade de gordura esteja presente. Caso esse limite seja excedido, a pessoa é considerada acima do peso. Esse aumento de peso está relacionado com o crescimento das células de armazenamento de gordura que, quanto mais sua quantidade, mais pesadas ficam.

Por isso que para que haja a perda de peso, é necessário que se consumam as células do tecido adiposo na forma de energia, para que as diminua de tamanho.

Vale ressaltar que durante a perda de peso, as células do tecido adiposo não são destruídas, mas sim reduzidas. Por isso que muitas pessoas recorrem à lipospiração, que é a eliminação das células de gordura do organismo para que elas não cresçam novamente.

 

User badge image

Especialistas PD

Há mais de um mês

O tecido adiposo é conhecido, principalmente, por sua relação com o armazenamento de gordura no nosso corpo. Essa é a função mais conhecida e ligada a este tecido. Realmente armazenar gordura é a sua função mais marcante, pois a quantidade de gordura armazenada pode alterar rapidamente a massa do indivíduo e pode determinar a sua sobrevivência de acordo com as necessidades energéticas em relação ao alimento disponível. Quando se pensa em algum problema ligado ao tecido adiposo, geralmente se pensa no excesso de peso que pode acometer as pessoas. Existe uma quantidade de gordura considerada normal para cada indivíduo, considerando as características individuais de cada um. Ultrapassando certo limite, o indivíduo passa a ser considerado acima do peso. Se continuar a engordar, isto é, a armazenar gordura no tecido adiposo, a pessoa passa a ser considerada obesa. Nesse momento se instalou na pessoa uma doença, a obesidade. Mas muitas pessoas não sabem que a obesidade é uma doença, vendo-a mais como uma característica do indivíduo.

Características da obesidade

O tecido adiposo é conhecido, principalmente, por sua relação com o armazenamento de gordura no nosso corpo. Essa é a função mais conhecida e ligada a este tecido. Realmente armazenar gordura é a sua função mais marcante, pois a quantidade de gordura armazenada pode alterar rapidamente a massa do indivíduo e pode determinar a sua sobrevivência de acordo com as necessidades energéticas em relação ao alimento disponível. Quando se pensa em algum problema ligado ao tecido adiposo, geralmente se pensa no excesso de peso que pode acometer as pessoas. Existe uma quantidade de gordura considerada normal para cada indivíduo, considerando as características individuais de cada um. Ultrapassando certo limite, o indivíduo passa a ser considerado acima do peso. Se continuar a engordar, isto é, a armazenar gordura no tecido adiposo, a pessoa passa a ser considerada obesa. Nesse momento se instalou na pessoa uma doença, a obesidade. Mas muitas pessoas não sabem que a obesidade é uma doença, vendo-a mais como uma característica do indivíduo.

Na obesidade, o indivíduo acumula uma quantidade exagerada de gordura em seu tecido adiposo como consequência de um desequilíbrio no controle entre a quantidade de calorias adquiridas na alimentação e a quantidade de calorias gasta em suas atividades físicas. Se um indivíduo consome na alimentação mais energia do que gasta, o excesso de alimento consumido será transformado em gordura e armazenado nos adipócitos do tecido adiposo sob a forma de triglicerídeos. Aos poucos este tecido vai crescendo, não apenas pelo aumento em tamanho dos adipócitos como também pelo seu aumento em número. Assim, o peso em gordura do indivíduo começa a aumentar excessivamente, caracterizando a obesidade. Dependendo do peso do indivíduo em relação a sua altura, a obesidade é classificada em três graus (considerando que o aumento do peso foi por acúmulo de gordura).

User badge image

Edna Bastoos

Há mais de um mês

Tecido adiposo é uma variedade do tecido conjuntivo, onde suas células específicas tem a capacidade de armazenar energia em forma de gordura no seu citoplasma. Essas células são denominadas adipócitos e podem ser encontradas isoladamente ou em aglomerados,formando assim o tecido, sem limite físico, com adaptação rápida. São presentes no tecido adiposo não somente os adipócitos, mas também macrófagos, fibroblastos e pré-adipócitos.
Sua principal função é,assim como dito anteriormente, o armazenamento de gordura com a finalidade de reserva energética, além de também de ter funcionalidade como isolante térmico e ainda ser uma camada protetora dos órgãos internos contra choques mecânicos, uma vez que está presente na derme formando a hipoderme.
Outra característica do tecido adiposo com pouca ênfase popular, é que este tecido também tem a capacidade de produzir hormônios como a leptina, que quando presente em excesso envia "mensagens" ao cérebro para que reduza o apetite do indivíduo. A obesidade pode estar relacionada ao não reconhecimento dos estímulos provocados pela leptina ou pela má secreção ao baixa produção deste hormônio. É também secretor de enzimas e peptídeos bioativos com ação local e a distância.
Quando o animal possue um gasto energético menor que o seu valor energético total, o organismo começa a armazenar o que "sobra" de energia em forma de gordura no seu tecido adiposo, podendo levar esse indivíduo a um excesso de peso. Este excesso de peso pode causar complicações morfofuncionais e resultar em patologias que afetem diretamente órgãos essenciais para a vida do indivíduo, como coração, rins e pulmões por exemplo.
O tecido adiposo é encontrado no organismos em duas formas: tecido adiposo branco ou unilocular, e tecido adiposo pardo/marrom ou multilocular (pouco encontrado em humanos e altamente presente em ratos - por exemplo e animais que hibernam).
O tecido adiposo branco/unilocular possui células em formato esférico, com muita lípideo armazenado no seu interior. Há neste tecido uma grande vascularização e também, em torno de suas células, redes de fibras reticulares, sustentando a massa de gordura. Este tipo forma os panículos adiposos (absorção de impactos e isolante térmico).
Por sua vez, o tecido adiposo marrom/multilocular tem suas células menores que as do tecido adiposo branco e nelas há vacúolos(gotículas de gordura) espalhados pelo citoplasma,e é rico em mitocôndrias. Nos seres humanos tem maior importância nos recém-nascidos, com função de isolante térmico, sendo produzidos apenas no período fetal, e com produção inibida a partir do nascimento ou período pós-natal. Sua coloração castanhas é devido a vascularização e a abundante presença de mitocôndrias, que geram energia mais rápido que o tecido unilocular.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas