A maior rede de estudos do Brasil

De acordo com o conteúdo estudado sobre ética , responda , E possível ser ético sem ser religioso????? Justifique


4 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Primeiramente, vamos relembrar os conceitos de ética e religião. Ética é o nome dado ao ramo da filosofia dedicado aos assuntos morais. A palavra ética é derivada do grego, e significa aquilo que pertence ao caráter.

Num sentido menos filosófico e mais prático podemos compreender um pouco melhor esse conceito examinando certas condutas do nosso dia a dia, quando nos referimos por exemplo, ao comportamento de alguns profissionais tais como um médico, jornalista, advogado, empresário, um político e até mesmo um professor. Para estes casos, é bastante comum ouvir expressões como: ética médica, ética jornalística, ética empresarial e ética pública.

A ética pode ser confundida com lei, embora, com certa frequência, a lei tenha como base princípios éticos. Porém, diferentemente da lei, nenhum indivíduo pode ser compelido, pelo Estado ou por outros indivíduos, a cumprir as normas éticas, nem sofrer qualquer sanção pela desobediência a estas; mas a lei pode ser omissa quanto a questões abrangidas pela ética. A ética abrange uma vasta área, podendo ser aplicada à vertente profissional. Existem códigos de ética profissional que indicam como um indivíduo deve se comportar no âmbito da sua profissão. A ética e a cidadania são dois dos conceitos que constituem a base de uma sociedade próspera.


Religião é uma fé, uma devoção a tudo que é considerado sagrado. É um culto que aproxima o homem das entidades a quem são atribuídos poderes sobrenaturais. É uma crença em que as pessoas buscam a satisfação nas práticas religiosas ou na fé, para superar o sofrimento e alcançar a felicidade.

Religião é também um conjunto de princípios, crenças e práticas de doutrinas religiosas, baseadas em livros sagrados, que unem seus seguidores numa mesma comunidade moral, chamada Igreja.

Todos os tipos de religião têm seus fundamentos, algumas se baseiam em diversas análises filosóficas, que explicam o que somos e porque viemos ao mundo. Outras se sobressaem pela fé e outras em extensos ensinamentos éticos.


Com base nessas informações, podemos concluir que é possível ser ético sem ser religioso. Embora toda religião possua um código de conduta e regras a serem seguidas, nem sempre estas seguem os preceitos éticos – por vezes até mesmo os ferem – portanto seguir regras religiosas não significa agir de maneira ética.

Religião diz respeito à fé por determinadas entidades e práticas de adoração, não à valores morais ou éticos. Existem várias religiões ao redor do mundo e cada uma delas possui suas próprias premissas. Já a ética é considerada universal.

Primeiramente, vamos relembrar os conceitos de ética e religião. Ética é o nome dado ao ramo da filosofia dedicado aos assuntos morais. A palavra ética é derivada do grego, e significa aquilo que pertence ao caráter.

Num sentido menos filosófico e mais prático podemos compreender um pouco melhor esse conceito examinando certas condutas do nosso dia a dia, quando nos referimos por exemplo, ao comportamento de alguns profissionais tais como um médico, jornalista, advogado, empresário, um político e até mesmo um professor. Para estes casos, é bastante comum ouvir expressões como: ética médica, ética jornalística, ética empresarial e ética pública.

A ética pode ser confundida com lei, embora, com certa frequência, a lei tenha como base princípios éticos. Porém, diferentemente da lei, nenhum indivíduo pode ser compelido, pelo Estado ou por outros indivíduos, a cumprir as normas éticas, nem sofrer qualquer sanção pela desobediência a estas; mas a lei pode ser omissa quanto a questões abrangidas pela ética. A ética abrange uma vasta área, podendo ser aplicada à vertente profissional. Existem códigos de ética profissional que indicam como um indivíduo deve se comportar no âmbito da sua profissão. A ética e a cidadania são dois dos conceitos que constituem a base de uma sociedade próspera.


Religião é uma fé, uma devoção a tudo que é considerado sagrado. É um culto que aproxima o homem das entidades a quem são atribuídos poderes sobrenaturais. É uma crença em que as pessoas buscam a satisfação nas práticas religiosas ou na fé, para superar o sofrimento e alcançar a felicidade.

Religião é também um conjunto de princípios, crenças e práticas de doutrinas religiosas, baseadas em livros sagrados, que unem seus seguidores numa mesma comunidade moral, chamada Igreja.

Todos os tipos de religião têm seus fundamentos, algumas se baseiam em diversas análises filosóficas, que explicam o que somos e porque viemos ao mundo. Outras se sobressaem pela fé e outras em extensos ensinamentos éticos.


Com base nessas informações, podemos concluir que é possível ser ético sem ser religioso. Embora toda religião possua um código de conduta e regras a serem seguidas, nem sempre estas seguem os preceitos éticos – por vezes até mesmo os ferem – portanto seguir regras religiosas não significa agir de maneira ética.

Religião diz respeito à fé por determinadas entidades e práticas de adoração, não à valores morais ou éticos. Existem várias religiões ao redor do mundo e cada uma delas possui suas próprias premissas. Já a ética é considerada universal.

User badge image

Andreia Claro

Há mais de um mês

Sim, Aristóteles defende a ética como prática das ações na pólis e pela pólis... A ética vem de cima, dos valores,do aprendizado, e considerando que a ética está constante e vísivel.Pode -se perceber que no ínicio, em sua causa primeira ela foi bem maior,ou perfeita.

É possível ser ético sem ter religião, mas não é possível a existência dela sem sua causa primeira:vontade de Deus para os homens.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas