A maior rede de estudos do Brasil

Em que consiste a obrigação solídaria, liquida e iliquida?


2 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

DLRV Advogados Verified user icon

Há mais de um mês

Em uma obrigação solidária, na mesma obrigação concorrem mais de um credor, ou mais de um devedor, cada um com direito, ou obrigado, à dívida toda.

Na solidariedade ativa, cada um dos credores solidários tem direito a exigir do devedor o cumprimento da prestação por inteiro. Enquanto alguns dos credores solidários não demandarem o devedor comum, a qualquer daqueles poderá este pagar. 

Na solidariedade passiva, o credor tem direito a exigir e receber de um ou de alguns dos devedores, parcial ou totalmente, a dívida comum; se o pagamento tiver sido parcial, todos os demais devedores continuam obrigados solidariamente pelo resto.

Obrigações líquidas são aquelas cuja existência é certa e cujo objeto é determinado. Será liquida a obrigação quando o objeto de sua prestação pode ser expresso em um valor determinado, em caso de dívidas de dinheiro, ou se trata de um objeto individualizado.

Obrigações ilíquidas, ao contrário, são aquelas em que o objeto da prestação é incerto, dependendo de prévia apuração.

Fonte:

http://www.normaslegais.com.br/guia/clientes/obrigacoes-solidarias.htm

Em uma obrigação solidária, na mesma obrigação concorrem mais de um credor, ou mais de um devedor, cada um com direito, ou obrigado, à dívida toda.

Na solidariedade ativa, cada um dos credores solidários tem direito a exigir do devedor o cumprimento da prestação por inteiro. Enquanto alguns dos credores solidários não demandarem o devedor comum, a qualquer daqueles poderá este pagar. 

Na solidariedade passiva, o credor tem direito a exigir e receber de um ou de alguns dos devedores, parcial ou totalmente, a dívida comum; se o pagamento tiver sido parcial, todos os demais devedores continuam obrigados solidariamente pelo resto.

Obrigações líquidas são aquelas cuja existência é certa e cujo objeto é determinado. Será liquida a obrigação quando o objeto de sua prestação pode ser expresso em um valor determinado, em caso de dívidas de dinheiro, ou se trata de um objeto individualizado.

Obrigações ilíquidas, ao contrário, são aquelas em que o objeto da prestação é incerto, dependendo de prévia apuração.

Fonte:

http://www.normaslegais.com.br/guia/clientes/obrigacoes-solidarias.htm

User badge image

Flavia

Há mais de um mês

DAS OBRIGAÇÕES LÍQUIDAS E ILÍQUIDAS

        OBRIGAÇÃO LÍQUIDA

        Considera-se líquida a obrigação certa, quanto à sua existência, edeterminada, quanto ao seu objeto. Essa modalidade é expressa por uma cifra, por um algarismo, quando se trata de dívida em dinheiro. Mas pode também ter por objeto a entrega ou restituição de outro objeto certo, como, por exemplo, um veículo ou determinada quantidade de cereal.
 

 

        OBRIGAÇÃO ILÍQUIDA
 

        A obrigação é ilíquida quando o seu objeto depende de prévia apuração, pois o valor ou montante apresenta-se incerto. Deve ela converter-se em obrigação líquida, para que possa ser cumprida pelo devedor. Essa conversão se obtém em juízo pelo processo de liquidação, quando a sentença não fixar o valor da condenação ou não lhe individualizar o objeto.

        Depreende-se do exposto que a sentença ilíquida não é incerta quanto à existência do crédito, mas somente quanto ao seu valor. A liquidação visaapurar apenas o quantum devido. Não se confunde com obrigação de dar coisa incerta, malgrado a semelhança observada em função da existência de incerteza, em ambas, sobre o objeto da prestação. Na obrigação de dar a coisa incerta, todavia, a incerteza nasce com a própria obrigação, sendo característica inerente à sua existência. Na obrigação ilíquida a incerteza não é originária, pois o devedor sabe o que deve, faltando apenas apurar o seu montante.

 

OBRIGAÇÕES SOLIDÁRIAS

Há solidariedade, quando na mesma obrigação concorre mais de um credor, ou mais de um devedor, cada um com direito, ou obrigado, à dívida toda.

A solidariedade não se presume; resulta da lei ou da vontade das partes.

A obrigação solidária pode ser pura e simples para um dos co-credores ou co-devedores, e condicional, ou a prazo, ou pagável em lugar diferente, para o outro.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas