A maior rede de estudos do Brasil

O que ocorreria com os niveis de ADH na corrente sanguinea no caso de um organismo excessivamente hidratado?


4 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Manter um equilíbrio hídrico adequado no corpo é importante para evitar a desidratação ou a hiper-hidratação (hiponatremia). A concentração de água no corpo é monitorada pelos osmorreceptores no hipotálamo, que detectam a concentração de eletrólitos no líquido extracelular. A concentração de eletrólitos no sangue aumenta quando há perda de água causada pela transpiração excessiva, ingestão inadequada de água ou baixo volume sanguíneo devido à perda de sangue.


Um aumento nos níveis de eletrólitos no sangue resulta em um sinal neuronal sendo enviado dos osmorreceptores nos núcleos hipotalâmicos. A glândula pituitária tem dois componentes: anterior e posterior. A pituitária anterior é composta de células glandulares que secretam hormônios proteicos. A hipófise posterior é uma extensão do hipotálamo. É composto em grande parte por neurônios que são contínuos com o hipotálamo.


O hipotálamo produz um hormônio polipeptídico conhecido como hormônio antidiurético (ADH), que é transportado e liberado da glândula pituitária posterior. A principal ação do ADH é regular a quantidade de água excretada pelos rins. Como o ADH (que também é conhecido como vasopressina) causa reabsorção direta de água dos túbulos renais, sais e resíduos são concentrados no que será eventualmente excretado como urina. O hipotálamo controla os mecanismos da secreção de ADH, regulando o volume de sangue ou a concentração de água no sangue.

Manter um equilíbrio hídrico adequado no corpo é importante para evitar a desidratação ou a hiper-hidratação (hiponatremia). A concentração de água no corpo é monitorada pelos osmorreceptores no hipotálamo, que detectam a concentração de eletrólitos no líquido extracelular. A concentração de eletrólitos no sangue aumenta quando há perda de água causada pela transpiração excessiva, ingestão inadequada de água ou baixo volume sanguíneo devido à perda de sangue.


Um aumento nos níveis de eletrólitos no sangue resulta em um sinal neuronal sendo enviado dos osmorreceptores nos núcleos hipotalâmicos. A glândula pituitária tem dois componentes: anterior e posterior. A pituitária anterior é composta de células glandulares que secretam hormônios proteicos. A hipófise posterior é uma extensão do hipotálamo. É composto em grande parte por neurônios que são contínuos com o hipotálamo.


O hipotálamo produz um hormônio polipeptídico conhecido como hormônio antidiurético (ADH), que é transportado e liberado da glândula pituitária posterior. A principal ação do ADH é regular a quantidade de água excretada pelos rins. Como o ADH (que também é conhecido como vasopressina) causa reabsorção direta de água dos túbulos renais, sais e resíduos são concentrados no que será eventualmente excretado como urina. O hipotálamo controla os mecanismos da secreção de ADH, regulando o volume de sangue ou a concentração de água no sangue.

User badge image

Turma 1 Medicina Dentária

Há mais de um mês

Num organismo excessivamente hidratado, a voilémia sanguinea iria estar muito alta, o que levaria a um aumento da pressao nos vasos sanguineos, como tal, a sintese de ADH seria inibida (de forma a permitir uma maior eliminação de liquidos), diminuindo a permeabilidade dos ductos renais e consequentemente a reabsorção de agua, sendo que se formaria uma urina mais diluida (hipotonica)

 

User badge image

Andre Smaira

Há mais de um mês

Manter um equilíbrio hídrico adequado no corpo é importante para evitar a desidratação ou a hiper-hidratação (hiponatremia). A concentração de água no corpo é monitorada pelos osmorreceptores no hipotálamo, que detectam a concentração de eletrólitos no líquido extracelular. A concentração de eletrólitos no sangue aumenta quando há perda de água causada pela transpiração excessiva, ingestão inadequada de água ou baixo volume sanguíneo devido à perda de sangue.


Um aumento nos níveis de eletrólitos no sangue resulta em um sinal neuronal sendo enviado dos osmorreceptores nos núcleos hipotalâmicos. A glândula pituitária tem dois componentes: anterior e posterior. A pituitária anterior é composta de células glandulares que secretam hormônios proteicos. A hipófise posterior é uma extensão do hipotálamo. É composto em grande parte por neurônios que são contínuos com o hipotálamo.


O hipotálamo produz um hormônio polipeptídico conhecido como hormônio antidiurético (ADH), que é transportado e liberado da glândula pituitária posterior. A principal ação do ADH é regular a quantidade de água excretada pelos rins. Como o ADH (que também é conhecido como vasopressina) causa reabsorção direta de água dos túbulos renais, sais e resíduos são concentrados no que será eventualmente excretado como urina. O hipotálamo controla os mecanismos da secreção de ADH, regulando o volume de sangue ou a concentração de água no sangue.

User badge image

Andre Smaira

Há mais de um mês

Manter um equilíbrio hídrico adequado no corpo é importante para evitar a desidratação ou a hiper-hidratação (hiponatremia). A concentração de água no corpo é monitorada pelos osmorreceptores no hipotálamo, que detectam a concentração de eletrólitos no líquido extracelular. A concentração de eletrólitos no sangue aumenta quando há perda de água causada pela transpiração excessiva, ingestão inadequada de água ou baixo volume sanguíneo devido à perda de sangue.


Um aumento nos níveis de eletrólitos no sangue resulta em um sinal neuronal sendo enviado dos osmorreceptores nos núcleos hipotalâmicos. A glândula pituitária tem dois componentes: anterior e posterior. A pituitária anterior é composta de células glandulares que secretam hormônios proteicos. A hipófise posterior é uma extensão do hipotálamo. É composto em grande parte por neurônios que são contínuos com o hipotálamo.


O hipotálamo produz um hormônio polipeptídico conhecido como hormônio antidiurético (ADH), que é transportado e liberado da glândula pituitária posterior. A principal ação do ADH é regular a quantidade de água excretada pelos rins. Como o ADH (que também é conhecido como vasopressina) causa reabsorção direta de água dos túbulos renais, sais e resíduos são concentrados no que será eventualmente excretado como urina. O hipotálamo controla os mecanismos da secreção de ADH, regulando o volume de sangue ou a concentração de água no sangue.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas