A maior rede de estudos do Brasil

Qual a relação que existe o contrato e a obrigação?


3 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

Carlos Eduardo Ferreira de Souza Verified user icon

Há mais de um mês

O contrato é uma das fontes das obrigações, sendo muito mais amplo que estas.

É que um instrumento contratual, qualquer que seja, pode prever modalidades diversas de obrigações. Exemplificando, um contrato de locação pode prever obrigação de pagar (o aluguel), obrigação de restituir (a coisa locada, ao término da locação), de fazer (conservar o imóvel, por exemplo) e de não fazer (se abster o locador de turbar a posse do locatário, por exemplo).

O contrato é uma das fontes das obrigações, sendo muito mais amplo que estas.

É que um instrumento contratual, qualquer que seja, pode prever modalidades diversas de obrigações. Exemplificando, um contrato de locação pode prever obrigação de pagar (o aluguel), obrigação de restituir (a coisa locada, ao término da locação), de fazer (conservar o imóvel, por exemplo) e de não fazer (se abster o locador de turbar a posse do locatário, por exemplo).

User badge image

Edson da Cunha

Há mais de um mês

O Direito das Obrigações disciplina essencialmente três coisas: as obrigações negociais, das relações de intercâmbio de bens e prestação de serviços; a responsabilidade civil, das reparações de danos; e o enriquecimento sem causa, de benefícios obtidos indevidamente. (Noronha, 2003)

É destas relações jurídicas que trata o Livro I da Parte Especial do Código Civil, arts. 233 a 965. São obrigações em sentido estrito e técnico, regulando as relações jurídicas mencionadas. Existem, portanto, obrigações jurídicas de outras naturezas, como as do Direito de Família, e mesmo obrigações que não são jurídicas, como as religiosas e morais. Estas não dizem respeito ao estudo do Direito das Obrigações. Como define Monteiro (1979),

Obrigação é a relação jurídica, de caráter transitório, estabelecida entre devedor e credor e cujo objeto consiste numa prestação pessoal econômica, positiva ou negativamente, devida pelo primeiro ao segundo, garantindo-lhe o adimplemento através de seu patrimônio.

Vamos examinar melhor os elementos desta definição.

Relação jurídica

A obrigação é relação jurídica. Tratamos aqui dos interesses contemplados em lei, que comportam coerção em seu cumprimento. Não é o caso da obrigação moral, cujo cumprimento é garantido pelo repúdio social, nem da obrigação religiosa, que prevê castigo sobrehumano.

Caráter transitório

Não existe obrigação permanente. A obrigação visa um fim; uma vez alcançado este fim, ela se extingue. Distingue-se aí o direito obrigacional do direito real, que é permanente.

Devedor e credor

Credor e devedor são os dois pólos da obrigação. Credor é o sujeito ativo, aquele que tem interesse que a prestação seja cumprida — o titular do crédito. Já o devedor é o sujeito passivo, aquele que tem o dever de efetuar a prestação — o titular do débito. Apenas pessoas naturais e jurídicas podem participar dos pólos da obrigação.

Estes dois pólos, ou centros de interesse, reúnem um mínimo de duas pessoas. Tanto o sujeito ativo como o sujeito passivo podem ser múltiplos, constituindo co-credores e co-devedores.

Objeto

O objeto da obrigação é a prestação a ser cumprida pelo devedor. Consiste em um comportamento: darfazer ou não fazer algo. Já o objeto da prestação pode ser tanto um comportamento quanto uma coisa; tanto imaterial quanto material.

Assim, na compra de um carro, o objeto da obrigação não é o carro em si, mas a sua entrega. O carro é o objeto da prestação, que por sua vez é objeto da obrigação.

site de pesquisa : https://medium.com/anota%C3%A7%C3%B5es-de-direito/obriga%C3%A7%C3%B5es-conceito-1e5e0cb07560

User badge image

Renato Souto

Há mais de um mês

todas relações jurídicas, e tem por objeto as prestações (contrato) de uma pessoa em favor da outra. A relação obrigacional é constituída, no mínimo, por duas partes: sujeito ativo (credor) e o sujeito passivo (devedor). Há ainda outros dois elementos: o vículo jurídico e o objeto. A obrigação terá como objeto a prestação (ação ou omissão) do devedor para com o credor. Essa relação, ainda é vista como uma submissão a uma regra de conduta, onde a autoridade é reconhecida ou forçosamente se impõe. Toda obrigação corresponde a um dever.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas