A maior rede de estudos do Brasil

Como é a atuação de um fonoaudiólogo neurofuncional?

Sei que neurofuncional agora é uma das novas especialidades para fonoaudiologia.

Gostaria de saber como é a atuação, como é exercida, muitas pessoas procuram por esta especialidade?

Enfim, quero saber na prática como é esta especialidade!

Meu email:  leehfelix@live.com pra quem quiser falar comigo sobre esta área. 

 

  Desde já agradeço!! 

Fonoaudiologia

PUC-GOIÁS


4 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Para responder essa pergunta devemos colocar em prática nosso conhecimento sobre Fonoaudiologia. A atuação se dá com a avaliação, diagnóstico, prognóstico, habilitação e reabilitação de pessoas dos diferentes ciclos de vida (bebês, crianças, adultos e idosos), com alterações neurofuncionais resultantes de danos ao sistema nervoso central ou periférico. Atua muito em tecnologia assistiva, comunicação alternativa e aumentativa, e acessibilidade. Atua também na educação inclusiva - com adaptações educacionais, políticas públicas para a pessoa com deficiência e adaptações curriculares quando é preciso. Existe bastante procura por essa área nos casos de pessoas com danos no sistema nervoso, crianças com autismo e paralisia cerebral.

Para responder essa pergunta devemos colocar em prática nosso conhecimento sobre Fonoaudiologia. A atuação se dá com a avaliação, diagnóstico, prognóstico, habilitação e reabilitação de pessoas dos diferentes ciclos de vida (bebês, crianças, adultos e idosos), com alterações neurofuncionais resultantes de danos ao sistema nervoso central ou periférico. Atua muito em tecnologia assistiva, comunicação alternativa e aumentativa, e acessibilidade. Atua também na educação inclusiva - com adaptações educacionais, políticas públicas para a pessoa com deficiência e adaptações curriculares quando é preciso. Existe bastante procura por essa área nos casos de pessoas com danos no sistema nervoso, crianças com autismo e paralisia cerebral.

User badge image

Vanessa Gimenez

Há mais de um mês

Não sei se ajuda muito mas nesse link tem a RESOLUÇÃO Nº 464, DE 21 DE JANEIRO DE 2015 que dispõe sobre as atribuições e competências do profissional Fonoaudiólogo Especialista em Fonoaudiologia Neurofuncional, e dá outras providências. 
Link: http://www.anup.com.br/portal/lei/14934

 

User badge image

Andre Smaira

Há mais de um mês

Para responder essa pergunta devemos colocar em prática nosso conhecimento sobre Fonoaudiologia. A atuação se dá com a avaliação, diagnóstico, prognóstico, habilitação e reabilitação de pessoas dos diferentes ciclos de vida (bebês, criancas, adultos e idosos), com alterações neurofuncionais resultantes de danos ao sistema nervoso central ou periférico. Atua muito em tecnologia assistiva, comunicação alternativa e aumentativa, e acessibilidade. Atua também na educação inclusiva - com adaptações educacionais, políticas públicas para a pessoa com deficiência e adaptações curriculares quando é preciso. Existe bastante procura por essa área nos casos de pessoas com danos no sistema nervoso, crianças com autismo e paralisia cerebral.

User badge image

Lais Silva

Há mais de um mês

Olá, Boa noite!

Tudo bem?

A fonoaudiologia Neurofuncioanal é minha paixão. Nessa área somos responsáveis pela avaliação, diagnóstico e habilitação e reabilitação em pacientes com alterações neurofuncionais, ( Síndromes, Paralisia Cerebral, lesões adquirida)

Eu trabalho em clínica, mas tenho colegas que atende home care, hospital... Sobre a procura por essa área, eu não sei quantificar, mas tem bastante gente nessa área. Assim como qualquer outra área tenho uma responsabilidade grande com conduta, pois qualquer erro podemos ter por consequência uma aspiração, por exemplo.

Eu indico para começar a atuar nessa área, fazer cursos voltado para essa atuação, seja adulto ou pediátrico, ter Curso Bobath ele é a base para um bom atendimento.

Caso queira saber mais, minha página no Instagram é FONOINTERKIDS, posto assunto sobre a minha atuação.

beijos.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas