A maior rede de estudos do Brasil

Fígado produz a bile e a vesícula biliar qual sua principal função?


5 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

A bile ou a bílis atuam até certo ponto como um surfactante, ajudando a emulsionar os lipídios nos alimentos. Os ânions de sais biliares são hidrofílicos de um lado e hidrofóbicos do outro lado; consequentemente, eles tendem a se agregar em torno de gotículas de lipídios para formar micelas , com os lados hidrofóbicos voltados para os lados gordurosos e hidrofílicos voltados para fora.


Os lados hidrofílicos são carregados negativamente, e essa carga evita que gotículas de gordura revestidas com bile se reagrupem em partículas maiores de gordura. A dispersão da gordura alimentar em micelas proporciona uma área superficial muito aumentada para a ação da enzima lipase pancreática , que na verdade digere os triglicerídeos, e é capaz de atingir o núcleo adiposo através de intervalos entre os sais biliares.


Depois de serem transferidos através da membrana intestinal, os ácidos graxos se transformam em triglicerídeos, antes de serem absorvidos pelo sistema linfático através de lacteais.

A bile ou a bílis atuam até certo ponto como um surfactante, ajudando a emulsionar os lipídios nos alimentos. Os ânions de sais biliares são hidrofílicos de um lado e hidrofóbicos do outro lado; consequentemente, eles tendem a se agregar em torno de gotículas de lipídios para formar micelas , com os lados hidrofóbicos voltados para os lados gordurosos e hidrofílicos voltados para fora.


Os lados hidrofílicos são carregados negativamente, e essa carga evita que gotículas de gordura revestidas com bile se reagrupem em partículas maiores de gordura. A dispersão da gordura alimentar em micelas proporciona uma área superficial muito aumentada para a ação da enzima lipase pancreática , que na verdade digere os triglicerídeos, e é capaz de atingir o núcleo adiposo através de intervalos entre os sais biliares.


Depois de serem transferidos através da membrana intestinal, os ácidos graxos se transformam em triglicerídeos, antes de serem absorvidos pelo sistema linfático através de lacteais.

User badge image

Vanessa Gimenez

Há mais de um mês

Sua função é armazenar a bile, líquido produzido pelo fígado que atua na digestão de gorduras no intestino. A bile é formada pela mistura de várias substâncias, entre elas o colesterol, responsável pela imensa maioria da formação de cálculos (pedras na vesícula), que podem impedir o fluxo da bile para o intestino e causar uma inflamação (colecistite).

User badge image

Andre Smaira

Há mais de um mês

A bile ou a bílis atuam até certo ponto como um surfactante, ajudando a emulsionar os lipídios nos alimentos. Os ânions de sais biliares são hidrofílicos de um lado e hidrofóbicos do outro lado; consequentemente, eles tendem a se agregar em torno de gotículas de lipídios para formar micelas , com os lados hidrofóbicos voltados para os lados gordurosos e hidrofílicos voltados para fora.


Os lados hidrofílicos são carregados negativamente, e essa carga evita que gotículas de gordura revestidas com bile se reagrupem em partículas maiores de gordura. A dispersão da gordura alimentar em micelas proporciona uma área superficial muito aumentada para a ação da enzima lipase pancreática , que na verdade digere os triglicerídeos, e é capaz de atingir o núcleo adiposo através de intervalos entre os sais biliares.


Depois de serem transferidos através da membrana intestinal, os ácidos graxos se transformam em triglicerídeos, antes de serem absorvidos pelo sistema linfático através de lacteais.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas