A maior rede de estudos do Brasil

Qual a diferença da nova técnica processual para os embargos infringentes?

Referente as inovações do NCPC.


2 resposta(s)

User badge image

Stefanny

Há mais de um mês

A técnica de julgamento, ademais, aparenta trazer ganho mínimo em termos de celeridade (não haverá, apenas, o prazo recursal dos embargos infringentes e nem prazo para contrarrazões), sabido que, de fato, o que consome o tempo do processo é o prazo até que se julgue o recurso com ampliação do colegiado.

A técnica de julgamento, ademais, aparenta trazer ganho mínimo em termos de celeridade (não haverá, apenas, o prazo recursal dos embargos infringentes e nem prazo para contrarrazões), sabido que, de fato, o que consome o tempo do processo é o prazo até que se julgue o recurso com ampliação do colegiado.

User badge image

Allan

Há mais de um mês

A nova técnica processual não é um recurso.

o embargo infringente não era incidental ele dependia da manifestação da parte para que ocorresse já a nova técnica é incidental.

Os embargos dependiam de reforma da sentença como um requisito e já a nova técnica a revisão irá ocorrer independente da reforma da sentença, isso em respeito ao princípio da ampla defesa. 

 

Mais em: http://santanaa.jusbrasil.com.br/artigos/196153699/embargos-infringentes-de-recurso-a-tecnica-incidente 

 

 

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes