A maior rede de estudos do Brasil

qual a diferença entre hipertireoidismo e hipotireoidismo?


6 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Para responder essa pergunta devemos colocar em prática nosso conhecimento sobre Bioquímica.
A Bioquímica consiste na ciência interdisciplinar entre a Biologia e a Química focada no estudo e aplicação de reações químicas e transformações moleculares que acontecem nos organismos vivos. A Bioquímica divide-se em três grandes áreas:

  1. Química de Biomoléculas: estruturas e funções das moléculas presentes nos organismos vivos;

2. Metabolismo: responsável pelo estudo e análise das reações químicas que acontecem nos seres vivos;

3. Biologia Molecular do Gene: estruturas e funções dos ácidos nucleicos e um conjunto de técnicas utilizadas para a manipulação dessas moléculas.


O hipertireoidismo trata-se de um distúrbio da glândula tireoide caracterizado pela produção excessiva de hormônios. Seus principais sintomas são hiperatividade, nervosismo, insônia e aumento da frequência cardíaca. Por sua vez, o hipotireoidismo também é um distúrbio da tireoide caracterizado pela baixa produção de hormônios. Seus principais sintomas são cansaço, depressão, pele seca, diminuição da frequência cardíaca e prisão de ventre.
Para responder essa pergunta devemos colocar em prática nosso conhecimento sobre Bioquímica.
A Bioquímica consiste na ciência interdisciplinar entre a Biologia e a Química focada no estudo e aplicação de reações químicas e transformações moleculares que acontecem nos organismos vivos. A Bioquímica divide-se em três grandes áreas:

  1. Química de Biomoléculas: estruturas e funções das moléculas presentes nos organismos vivos;

2. Metabolismo: responsável pelo estudo e análise das reações químicas que acontecem nos seres vivos;

3. Biologia Molecular do Gene: estruturas e funções dos ácidos nucleicos e um conjunto de técnicas utilizadas para a manipulação dessas moléculas.


O hipertireoidismo trata-se de um distúrbio da glândula tireoide caracterizado pela produção excessiva de hormônios. Seus principais sintomas são hiperatividade, nervosismo, insônia e aumento da frequência cardíaca. Por sua vez, o hipotireoidismo também é um distúrbio da tireoide caracterizado pela baixa produção de hormônios. Seus principais sintomas são cansaço, depressão, pele seca, diminuição da frequência cardíaca e prisão de ventre.
User badge image

Driele

Há mais de um mês

O hipotireoidismo

O hipotireoidismo pode ser classificado como a baixa produção dos hormônios produzidos pela tireoide. O sexo feminino é mais afetado com essa falha na produção no T3 e T4. Estimativas feitas pelo IBGE dizem que atinja cerca de 10 vezes mais as mulheres do que os homens. Isso acontece principalmente no climatério, última menstruação antes da menopausa, quando o tipo mais comum de hipotireoidismo, a Tireoidite de Hashimoto, se mostra mais comum.

O hipertiroidismo, mesmo sendo um pouco menos comum que o hipotireoidismo, ainda afeta milhões de pessoas no Brasil, segundo dados do IBGE. Assim como o hipotireoidismo, o hipertireoidismo é mais comum nas mulheres. "O sexo feminino está mais propenso a ter essa doença. Os números da Organização Mundial da Saúde estimam que as mulheres sofrem até cinco vezes mais com o hipertireoidismo do que os homens", diz Gláucia Duarte.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas