A maior rede de estudos do Brasil

quais caracteristicas do direito de propriedADE?

Direito Civil IV

ESTÁCIO


7 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

Júnior Oliveira Verified user icon

Há mais de um mês

O direito de propriedade é absoluto, perpétuo, exclusivo e elástico:

É absoluto porque oponível erga omnes, devendo ser por todos respeitado; trata-se de direito perpétuo porque não se extingue, em regra, pelo não uso, de modo que a inércia, por si só, não extingue a propriedade, salvo se uma relação jurídica oposta for suscitada, como a usucapião; é tambem exclusivo porque aquele que é proprietário é quem tem todo o poder sobre a coisa, podendo afastar qualquer terceiro que pretenda se imiscuir em sua propriedade; por fim, é elástico, pois permite o desmembramento, como ocorre, por exemplo, no destacamento de poderes dominiais.

O direito de propriedade é absoluto, perpétuo, exclusivo e elástico:

É absoluto porque oponível erga omnes, devendo ser por todos respeitado; trata-se de direito perpétuo porque não se extingue, em regra, pelo não uso, de modo que a inércia, por si só, não extingue a propriedade, salvo se uma relação jurídica oposta for suscitada, como a usucapião; é tambem exclusivo porque aquele que é proprietário é quem tem todo o poder sobre a coisa, podendo afastar qualquer terceiro que pretenda se imiscuir em sua propriedade; por fim, é elástico, pois permite o desmembramento, como ocorre, por exemplo, no destacamento de poderes dominiais.

User badge image

Isabella Alves

Há mais de um mês

Uma vez titularizado o direito de propriedade, temos que este é:

I. Absoluto: o direito de propriedade é oponível “erga omnes”.

II. Exclusivo: o proprietário tem o poder sobre a coisa, podendo excluir quaisquer terceiros que pretendam se opor ao seu direito.

III. Perpétuo: em regra, o direito de propriedade não se extingue pelo não uso ou pela não fruição do bem. Isto é: a inércia não extingue o direto, para isso deve haver uma relação jurídica contrária.

IV. Elástico: permite o desmembramento, em regra temporário, do direito de propriedade, permitindo que dele sejam destacados um ou alguns poderem dominiais.

Desta feita, a relação jurídica de direto real estabelece um vínculo jurídico direto entre o titular de um objeto e o próprio objeto, de modo que o exercício de um direito real não depende da colaboração de qualquer outra pessoa, por ser absoluto, exclusivo, perpétuo e elástico.

User badge image

Liziê Clarimundo

Há mais de um mês

O Direito a propriedade é absoluto, perpétuo, exclusivo e elástico.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas