A maior rede de estudos do Brasil

direito tributario

A Construtora Predial Ltda. teve contra si lavrada, há poucos dias, uma Notificação Fiscal de Lançamento de Débito (NFLD) em razão da falta de declaração e pagamento da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL). A sociedade empresária precisa, com urgência, suspender a exigibilidade do crédito tributário, ante seu interesse em participar de licitação que ocorrerá em breve. Sobre as condutas que atendem à necessidade da construtora, assinale a alternativa CORRETA:

a) Parcelamento.
 b) Ajuizamento de ação anulatória sem depósito ou pedido de antecipação de tutela.
 c) Declaração tardia da CSLL.
 d) Realização de depósito judicial do montante parci

3 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

Paduan Seta Advocacia Verified user icon

Há mais de um mês

A alternativa correta é a Letra A, pois o parcelamento fará com que a exigibilidade do crédito tributário seja suspensa e a Construtora possa participar da licitação sem maiores problemas.

Quanto à alternativa B, o ajuizamento de ação sem o depósito ou pedido de antecipação de tutela não ajudará a Construtora, pois a exigibilidade do crédito tributário não será suspensa e, portanto, estará impossibilitada de participar da licitação.

Já a alternativa C também não ajudará a Construtora, pois a declaração tardia da CSLL não faz com que a exigibilidade do crédito tributário seja suspensa.

Por fim, a alternativa D também não será suficiente para a Construtora, pois o depósito judicial do montante parcial não faz com que a exigibilidade do crédito tributário seja suspensa. Apenas o depósito judicial do montante integral é que teria esse efeito.

A alternativa correta é a Letra A, pois o parcelamento fará com que a exigibilidade do crédito tributário seja suspensa e a Construtora possa participar da licitação sem maiores problemas.

Quanto à alternativa B, o ajuizamento de ação sem o depósito ou pedido de antecipação de tutela não ajudará a Construtora, pois a exigibilidade do crédito tributário não será suspensa e, portanto, estará impossibilitada de participar da licitação.

Já a alternativa C também não ajudará a Construtora, pois a declaração tardia da CSLL não faz com que a exigibilidade do crédito tributário seja suspensa.

Por fim, a alternativa D também não será suficiente para a Construtora, pois o depósito judicial do montante parcial não faz com que a exigibilidade do crédito tributário seja suspensa. Apenas o depósito judicial do montante integral é que teria esse efeito.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas