A maior rede de estudos do Brasil

Necessito de ajuda

 

Segundo a tradição platônica, Agostinho acreditava que “ aprender é recordar”. Assim,  desenvolveu a teoria da “iluminação divina”. Acreditava que Cristo, funcionando como mestre interior , era o responsável pela aprendizagem.

Pedagogia

ESTÁCIO


24 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Para responder essa pergunta devemos colocar em prática nosso conhecimento sobre Pedagogia, mais especificamente, sobre a Teoria Divina.

A obra de Santo Agostinho ressalta fundamentalmente um esforço das discussão dos motivos da religião cristã com base na filosofia platônica. Tendo assim, o platonismo como introdução ao teórico, Agostinho desenvolveu e defendeu a ideia de que, como toda necessidade humana, também a aprendizagem, em última instância, só pode ser satisfeita por Deus. Ele acreditava que "aprender é recordar", o elevado filósofo medieval desenvolveu a teoria da iluminação divina, na qual entendia que Cristo, funcionava como mestre interior, e era o responsável pela aprendizagem.

Agostinho investigava em seus ensinamentos salientar a importância de Deus para o crescimento daquilo que não é material, ou seja, a alma humana. Neste sentido, a teoria da iluminação baseava-se por atingir uma luz que não é de cunho material por meio do conhecimento da verdade. A partir do momento em que o homem consegue atingir esse conhecimento, essa luz, ele passa a ter uma vida verdadeiramente feliz tendo o que o filosofo afirmava ser a recordação de Deus.

Para responder essa pergunta devemos colocar em prática nosso conhecimento sobre Pedagogia, mais especificamente, sobre a Teoria Divina.

A obra de Santo Agostinho ressalta fundamentalmente um esforço das discussão dos motivos da religião cristã com base na filosofia platônica. Tendo assim, o platonismo como introdução ao teórico, Agostinho desenvolveu e defendeu a ideia de que, como toda necessidade humana, também a aprendizagem, em última instância, só pode ser satisfeita por Deus. Ele acreditava que "aprender é recordar", o elevado filósofo medieval desenvolveu a teoria da iluminação divina, na qual entendia que Cristo, funcionava como mestre interior, e era o responsável pela aprendizagem.

Agostinho investigava em seus ensinamentos salientar a importância de Deus para o crescimento daquilo que não é material, ou seja, a alma humana. Neste sentido, a teoria da iluminação baseava-se por atingir uma luz que não é de cunho material por meio do conhecimento da verdade. A partir do momento em que o homem consegue atingir esse conhecimento, essa luz, ele passa a ter uma vida verdadeiramente feliz tendo o que o filosofo afirmava ser a recordação de Deus.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas