A maior rede de estudos do Brasil

Quais são as células que fazem parte do sistema nervoso?


4 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Existem duas classes amplas de células no sistema nervoso: neurônios, que processam informações, e glia, que fornecem aos neurônios suporte mecânico e metabólico.

Três categorias gerais de neurônios são comumente reconhecidas. Receptores são neurônios altamente especializados que atuam na informação de codificação. Por exemplo, os fotorreceptores do olho transformam as variações na intensidade da luz em sinais elétricos e químicos que podem ser lidos por outras células nervosas. São as células receptoras que iniciam o processo de sensação e percepção. Interneurônios formam a segunda categoria de células nervosas. Essas células recebem sinais de e enviam sinais para outras células nervosas. Interneurônios servem para processar informações de muitas maneiras diferentes e constituem a maior parte do sistema nervoso humano. Efetores ou neurônios motoressão a terceira classe de neurônios. Essas células enviam sinais para os músculos e glândulas do corpo, controlando diretamente o comportamento do organismo.


Em todos os neurônios, a membrana celular separa o interior da célula dos fluidos circundantes. Essa membrana externa é fundamental para as funções de processamento de informações do neurônio. Uma vez pensada para ser relativamente simples e de estrutura uniforme, a membrana celular é agora conhecida por ser uma máquina molecular altamente complexa e especializada que desempenha uma grande variedade de funções na função celular. Além disso, a membrana tem propriedades diferentes em diferentes regiões funcionais especializadas do neurônio.
Um neurônio típico pode ser dividido em três partes distintas: seu corpo celular, dendritos e axônio. O corpo celular, ou soma, contém o núcleo da célula e suas estruturas intracelulares associadas. Os dendritos são extensões especializadas do corpo celular. Eles funcionam para obter informações de outras células e levar essa informação ao corpo celular. Muitos neurônios também têm um axônio, que transporta informações do soma para outras células, mas muitas células pequenas não. Os axônios terminam em botões de extremidade ou terminais (botões), que transmitem informações para a célula receptora. Dendritos e axônios, ambas as extensões do corpo celular, também são referidas comoprocessos.
O ponto de comunicação entre um neurônio e outro é chamado de sinapse. As sinapses são geralmente direcionais em função, com atividade no pé terminal da célula emissora ( célula pré-sináptica ) afetando o comportamento da célula receptora ( célula pós-sináptica ). Na maioria dos neurônios, a membrana pós-sináptica está geralmente no corpo celular ou nos dendritos, mas também ocorrem sinapses entre os axônios.
Existem duas classes amplas de células no sistema nervoso: neurônios, que processam informações, e glia, que fornecem aos neurônios suporte mecânico e metabólico.

Três categorias gerais de neurônios são comumente reconhecidas. Receptores são neurônios altamente especializados que atuam na informação de codificação. Por exemplo, os fotorreceptores do olho transformam as variações na intensidade da luz em sinais elétricos e químicos que podem ser lidos por outras células nervosas. São as células receptoras que iniciam o processo de sensação e percepção. Interneurônios formam a segunda categoria de células nervosas. Essas células recebem sinais de e enviam sinais para outras células nervosas. Interneurônios servem para processar informações de muitas maneiras diferentes e constituem a maior parte do sistema nervoso humano. Efetores ou neurônios motoressão a terceira classe de neurônios. Essas células enviam sinais para os músculos e glândulas do corpo, controlando diretamente o comportamento do organismo.


Em todos os neurônios, a membrana celular separa o interior da célula dos fluidos circundantes. Essa membrana externa é fundamental para as funções de processamento de informações do neurônio. Uma vez pensada para ser relativamente simples e de estrutura uniforme, a membrana celular é agora conhecida por ser uma máquina molecular altamente complexa e especializada que desempenha uma grande variedade de funções na função celular. Além disso, a membrana tem propriedades diferentes em diferentes regiões funcionais especializadas do neurônio.
Um neurônio típico pode ser dividido em três partes distintas: seu corpo celular, dendritos e axônio. O corpo celular, ou soma, contém o núcleo da célula e suas estruturas intracelulares associadas. Os dendritos são extensões especializadas do corpo celular. Eles funcionam para obter informações de outras células e levar essa informação ao corpo celular. Muitos neurônios também têm um axônio, que transporta informações do soma para outras células, mas muitas células pequenas não. Os axônios terminam em botões de extremidade ou terminais (botões), que transmitem informações para a célula receptora. Dendritos e axônios, ambas as extensões do corpo celular, também são referidas comoprocessos.
O ponto de comunicação entre um neurônio e outro é chamado de sinapse. As sinapses são geralmente direcionais em função, com atividade no pé terminal da célula emissora ( célula pré-sináptica ) afetando o comportamento da célula receptora ( célula pós-sináptica ). Na maioria dos neurônios, a membrana pós-sináptica está geralmente no corpo celular ou nos dendritos, mas também ocorrem sinapses entre os axônios.
User badge image

paulo vitor

Há mais de um mês

Os neoronios ´´são celulas ´´ nervosas altamente especializada na transmisão de enformações  e constitiem apenas 10 por cento ´´das celulas do sistema nervoso ´´.

User badge image

rockrenato59

Há mais de um mês

Células Gliais. Têm a função de sustentar, proteger, isolar e nutrir os neurônios. Existem três tipos de células gliais: astrócitos, oligodendrócitoscélulas ependimárias, além da micróglia, que não é verdadeiramente uma célula glial, mas parte do sistema imunológico.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas