A maior rede de estudos do Brasil

Em quais situações aquele que comete ato ilícito não é obrigado a indenizar?


2 resposta(s)

User badge image

Júnior Oliveira

Há mais de um mês

O dever de indenizar por cometimento de ato ilícito será afastado quando houver a exclusão do nexo de causalidade, isto é, nas palavras de Sérgio Cavallieri Filho, “quando examinada tecnicamente a relação de causalidade, constata-se que o dano ocorreu efetivamente de outra causa, ou de circunstância que as impedia de cumprir a obrigação a que estavam vinculadas”.

Portanto, exclui-se o nexo causal nos casos de impossibilidade do cumprimento da obrigação não imputáveis ao dever do agente, o que pode ocorrer em caso de fortuito, força maior ou culpa exclusiva da vítima ou de terceiro. Sem nexo de causalidade, não há responsabilidade; logo, não há dever de indenizar. 

CC/02, art. 393. O devedor não responde pelos prejuízos resultantes de caso fortuito ou força maior, se expressamente não se houver por eles responsabilizado.

O dever de indenizar por cometimento de ato ilícito será afastado quando houver a exclusão do nexo de causalidade, isto é, nas palavras de Sérgio Cavallieri Filho, “quando examinada tecnicamente a relação de causalidade, constata-se que o dano ocorreu efetivamente de outra causa, ou de circunstância que as impedia de cumprir a obrigação a que estavam vinculadas”.

Portanto, exclui-se o nexo causal nos casos de impossibilidade do cumprimento da obrigação não imputáveis ao dever do agente, o que pode ocorrer em caso de fortuito, força maior ou culpa exclusiva da vítima ou de terceiro. Sem nexo de causalidade, não há responsabilidade; logo, não há dever de indenizar. 

CC/02, art. 393. O devedor não responde pelos prejuízos resultantes de caso fortuito ou força maior, se expressamente não se houver por eles responsabilizado.

User badge image

Sandra Constancio

Há mais de um mês

Obrigação que uma pessoa tem de assumir, por determinação legal, as conseqüências jurídicas advindas dos seus atos. Pode ser oriunda de negócio jurídico, de ato ilícito ou de lei. Na responsabilidade civil o direito lesado tem natureza patrimonial e deve ser indenizado. Veja Arts. 15, 159, 160, 1.518 a 1.553, do Código Civil, Lei n° 5.250/67, Lei n° 6.453/77.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes