A maior rede de estudos do Brasil

DIREITO CIVIL 2

Gustavo celebrou contrato de compra e venda de imóvel com Cristiana e, mesmo sem a devida declaração negativa de débitos condominiais, conseguiu registrar o bem em seu nome. Ocorre que, no mês seguinte a sua mudança, Gustavo foi surpreendido com a cobrança de três meses de cotas condominiais em atraso. Inconformado com a situação, Gustavo tentou, sem sucesso, entrar em contato com a vendedora para que esta arcasse com os mencionados valores. Assim, de acordo com a regras concernentes ao direito obrigacional, quem deverá arcar com o pagamento perante o condomínio? Explique, com a devida fundamentação jurídica, qual é a espécie de obrigação mencionada no caso concreto.

Direito Virtual

ESTÁCIO


1 resposta(s)

User badge image

Matheus Bernardo

Há mais de um mês

No caso em tela, por as cotas condominiais se tratar de obrigação "propter rem". Nesse sentido a 4ª turma do STJ: "o adquirente, em alienação fiduciária, responde pelos encargos condominiais incidentes sobre o imóvel, ainda que anteriores à aquisição, tendo em vista a natureza propter rem das cotas condominiais".

No caso em tela, por as cotas condominiais se tratar de obrigação "propter rem". Nesse sentido a 4ª turma do STJ: "o adquirente, em alienação fiduciária, responde pelos encargos condominiais incidentes sobre o imóvel, ainda que anteriores à aquisição, tendo em vista a natureza propter rem das cotas condominiais".

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes