A maior rede de estudos do Brasil

Os cinco objetos teóricos (língua, competência, variação, mudança e o uso) definição e conceitos?


29 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

A Língua Portuguesa, vulgarmente camada de Português, trata-se de uma língua ocidental que teve origem a partir de uma derivação do galego-português. Tal língua foi espalhada pelo mundo a partir da expansão portuguesa, atingindo o Brasil, e alguns países do sul do continente Africano. Estima-se que a língua portuguesa possua cerca de 280 milhões de falantes, sendo a quinta língua mais falada no mundo.

Daí, a Linguística trata-se da uma ciência focada na Linguagem e suas singularidades. Ela divide-se em: semântica que estuda o significado das palavras; fonética, responsável pelos fonemas e pronúncias; pragmática, que estuda a aplicação da linguagem na comunicação; e estilística, responsável pela análise das variações da língua.

Nesse contexto, a língua é um bem coletivo, e sua principal função é tornar possível a comunicação entre pelo menos duas ou mais pessoas por meio de sons vocais, e apesar de ser bem coletivo, porém, a língua que falamos não repassa tal experiência, na sua integridade e complexidade, a um interlocutor; ela reprocessa essa experiência, reorganizando-a nos termos de um código coletivo de representação e comunicação.

Toda língua sofre mudança ao longo do tempo. Já houve época em que as línguas eram comparadas a seres vivos, que nasciam, cresciam, davam frutos, envelheciam e morriam.

Sabemos hoje que, no papel de meios correntes de expressão e de comunicação, todas as variedades de uma língua são dotadas de estrutura complexa em qualquer fase de uma existência histórica, funcionalmente adequadas aos objetivos interacionais de seus usuários, e permanentemente adaptáveis às novas necessidades de expressão da comunidade

A Língua Portuguesa, vulgarmente camada de Português, trata-se de uma língua ocidental que teve origem a partir de uma derivação do galego-português. Tal língua foi espalhada pelo mundo a partir da expansão portuguesa, atingindo o Brasil, e alguns países do sul do continente Africano. Estima-se que a língua portuguesa possua cerca de 280 milhões de falantes, sendo a quinta língua mais falada no mundo.

Daí, a Linguística trata-se da uma ciência focada na Linguagem e suas singularidades. Ela divide-se em: semântica que estuda o significado das palavras; fonética, responsável pelos fonemas e pronúncias; pragmática, que estuda a aplicação da linguagem na comunicação; e estilística, responsável pela análise das variações da língua.

Nesse contexto, a língua é um bem coletivo, e sua principal função é tornar possível a comunicação entre pelo menos duas ou mais pessoas por meio de sons vocais, e apesar de ser bem coletivo, porém, a língua que falamos não repassa tal experiência, na sua integridade e complexidade, a um interlocutor; ela reprocessa essa experiência, reorganizando-a nos termos de um código coletivo de representação e comunicação.

Toda língua sofre mudança ao longo do tempo. Já houve época em que as línguas eram comparadas a seres vivos, que nasciam, cresciam, davam frutos, envelheciam e morriam.

Sabemos hoje que, no papel de meios correntes de expressão e de comunicação, todas as variedades de uma língua são dotadas de estrutura complexa em qualquer fase de uma existência histórica, funcionalmente adequadas aos objetivos interacionais de seus usuários, e permanentemente adaptáveis às novas necessidades de expressão da comunidade

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas