A maior rede de estudos do Brasil

Diferencie esporos bacterianos de esporos de fungos:

Direito do Trabalho I

Colegio Sao Jose


3 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Para isso, vamos conceituar cada um deles.Os endósporos (ou esporos bacterianos) servem como proteção para as bactérias, quando estas se encontram em ambientes desfavoráveis à sua existência, esse processo é chamado de esporulação, em que a bactéria pode permanecer hibernando por um longo tempo, até que as condições externas estejam mais propensas à sobrevivência da bactéria.

Estes esporos são produzidos pelas próprias bactérias, sendo encontrados em seu interior esperando a hora de "agir". Vale a pena salientar que a localização destes esporos dentro da bactéria serve como um RG, para identificar o tipo da espécie.

A respeito dos esporos dos fungos, são eles que são responsáveis pela reprodução sexuada e assexuada destes, podendo estes esporos serem assexuados ou sexuados. Eles podem ser móveis (se apresentarem um flagelo e são chamados cientificamente como zoósporos) ou imóveis.

Para isso, vamos conceituar cada um deles.Os endósporos (ou esporos bacterianos) servem como proteção para as bactérias, quando estas se encontram em ambientes desfavoráveis à sua existência, esse processo é chamado de esporulação, em que a bactéria pode permanecer hibernando por um longo tempo, até que as condições externas estejam mais propensas à sobrevivência da bactéria.

Estes esporos são produzidos pelas próprias bactérias, sendo encontrados em seu interior esperando a hora de "agir". Vale a pena salientar que a localização destes esporos dentro da bactéria serve como um RG, para identificar o tipo da espécie.

A respeito dos esporos dos fungos, são eles que são responsáveis pela reprodução sexuada e assexuada destes, podendo estes esporos serem assexuados ou sexuados. Eles podem ser móveis (se apresentarem um flagelo e são chamados cientificamente como zoósporos) ou imóveis.

User badge image

felipe santos

Há mais de um mês

Os esporos são estruturas pequenas produzidas em grande quantidade por bactérias, fungos e plantas, com capacidade de gerar um novo indivíduo.

Os esporos bacterianos ou endósporos atuam como estruturas de sobrevivência quando a bactéria encontra-se em condições ambientais desfavoráveis. Eles são produzidos pela própria bactéria e encontram-se livremente em seu interior. Inclusive, a posição do endósporo é usada como forma de identificação das espécies.

A reprodução sexuada e assexuada dos fungos é garantida pela produção de esporos. Os esporos de fungos podem ser assexuados e sexuados.

Os esporos assexuados formam-se por mitose e posterior divisão celular, sem fusão de núcleos. Quando os esporos germinam, tornam-se organismos geneticamente idênticos ao parental.

Os esporos sexuados resultam da fusão de núcleos de duas linhagens opostas de cruzamento de uma mesma espécie de fungo. Esse tipo de esporo é menos frequente.

Os esporos de fungos podem ser móveis ou imóveis. Os móveis apresentam um flagelo e são denominados de zoósporo.

 

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas