A maior rede de estudos do Brasil

QUAL NATUREZA POLÍTICA DA LÍNGUA ESCRITA

Pedagogia

UCP


3 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Para responder essa questão devemos colocar em prática nossos conhecimentos sobre Pedagogia.
O exercício nos propõe a esclarecer a razão política da linguagem escrita, isto é, a sua finalidade para o meio político. Dessa maneira, temos que a natureza da linguagem escrita não é apenas uma, muito pelo contrário, são diversas, isto é, a linguagem escrita nos permite coisas como, registro de documentações e eventos etc, além disso, nos permite a comunicação entre diferentes nações e etnias. Assim, podemos perceber que a linguagem escrita sempre foi importante através da história e dominar esta ferramenta é algo fundamental no mundo contemporâneo.
Portanto, a natureza política da linguagem escrita engloba diversos aspectos, como por exemplo, comunicação e registro.
Para responder essa questão devemos colocar em prática nossos conhecimentos sobre Pedagogia.
O exercício nos propõe a esclarecer a razão política da linguagem escrita, isto é, a sua finalidade para o meio político. Dessa maneira, temos que a natureza da linguagem escrita não é apenas uma, muito pelo contrário, são diversas, isto é, a linguagem escrita nos permite coisas como, registro de documentações e eventos etc, além disso, nos permite a comunicação entre diferentes nações e etnias. Assim, podemos perceber que a linguagem escrita sempre foi importante através da história e dominar esta ferramenta é algo fundamental no mundo contemporâneo.
Portanto, a natureza política da linguagem escrita engloba diversos aspectos, como por exemplo, comunicação e registro.
User badge image

Raquel Maria

Há mais de um mês

O homem tem uma necessidade individual inerente de se expressar e uma necessidade social de se comunicar. Quando desenhava numa rocha ou em algum objeto, o homem primitivo expressava suas idéias visualmente. Com o passar do tempo essa expressão visual toma duas direções distintas: o desenho como arte e o pictograma como primeiro instrumento de comunicação.

Quando escrevemos, fazemos várias coisas de maneira planejada e coordenada. Enquanto que na linguagem oral (fala) o falante é dependente do contexto. A linguagem escrita é descontextualizada e menos dependente da situação. Permite um planejamento mais cuidadoso, podendo ir de um texto informal (casual) ao mais formal (gramaticalizado). Por ser um registro permanente, a escrita se submete a regras prescritivas podendo ser revisada posteriormente.

Da leitura e da escrita.
Ler e escrever são atividades de comunicação verbal, sujeitos a todos os princípios que regem a comunicação verbal e oral. O objetivo principal do leitor e do redator é fazer com que o texto faça, plenamente, um sentido.

A leitura é bem-sucedida se o leitor compreender o que o redator quer comunicar. A escrita é bem-sucedida se o redator consegue transmitir suas intenções ao leitor sem dificuldade. Em ambas a memória é utilizada para ativar somente os tópicos relativos ao texto em sua construção.

Em sociedades letradas como os Estados Unidos e países da Europa, as pessoas procuram simular a escrita na fala. No nosso contexto, devido à sua extensão geográfica e sua heterogeneidade sócio-econômica, o Brasil é ainda uma nação que privilegia a língua oral, devido a não se deixar controlar por regras prescritivas gramaticais. A oralidade marca a escrita, mesmo nos falantes letrados, ocorrendo por exemplo, quando se busca uma informação oral em lugar de se consultar um guia, manual ou enciclopédia. Gera-se uma dependência da língua oral, mesmo por parte dos que já tem acesso à escrita.

Há necessidade de se preservar a transmissão oral, mas há necessidade também, por parte daquele que já ingressou no mundo dos letrados, de se fazer um uso funcional do código escrito, para que ele tenha acesso independente à informação.

Os estudos sobre compreensão e produção, tanto em linguagem oral, quanto da escrita, são especulativos, devido à natureza não-observável de seus processos. Os métodos são dedutivos, embasados em modelos teóricos abstratos.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas