A maior rede de estudos do Brasil

Política econômica das relações internacionais (?)

Qual a relação do pensamento Keynesiano com a construção da social-democracia e qual a sua principal contribuição?


3 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

---

A economia é a ciência que estuda as funções de oferta, demanda e distribuição das economias. Está relacionada, além disso, com a questão da produtividade dos fatores de produção e da eficiência dos processos produtivos no sentido da garantia ou não de bem-estar social para a camada da população. Entre os diversos autores que contribuíram para o desenvolvimento das ciências econômicas, destaca-se John Maynard Keynes.


## A social-democracia é uma doutrina sócio-econômica que surgiu a partir das ideias relacionadas às doutrinas econômicas do socialismo e do capitalismo. Para os favoráveis à social-democracia, o sistema capitalista é um sistema defeituoso e que carece de instituições e ações governamentais para a sua própria estabilidade. O Estado, neste caso, seria um importante agente para a garantia de maior bem-estar social para a população, e isso tem a ver com o pensamento keynesiano, que coloca importância no bem-estar social da população, colocando como grande importante medida a atuação do Estado para tal realização. Além disso, diversos elementos da economia keynesiana indicam outras incongruências de funcionamento do sistema capitalista, principalmente aqueles relacionados à liquidez dos ativos financeiros.

---

A economia é a ciência que estuda as funções de oferta, demanda e distribuição das economias. Está relacionada, além disso, com a questão da produtividade dos fatores de produção e da eficiência dos processos produtivos no sentido da garantia ou não de bem-estar social para a camada da população. Entre os diversos autores que contribuíram para o desenvolvimento das ciências econômicas, destaca-se John Maynard Keynes.


## A social-democracia é uma doutrina sócio-econômica que surgiu a partir das ideias relacionadas às doutrinas econômicas do socialismo e do capitalismo. Para os favoráveis à social-democracia, o sistema capitalista é um sistema defeituoso e que carece de instituições e ações governamentais para a sua própria estabilidade. O Estado, neste caso, seria um importante agente para a garantia de maior bem-estar social para a população, e isso tem a ver com o pensamento keynesiano, que coloca importância no bem-estar social da população, colocando como grande importante medida a atuação do Estado para tal realização. Além disso, diversos elementos da economia keynesiana indicam outras incongruências de funcionamento do sistema capitalista, principalmente aqueles relacionados à liquidez dos ativos financeiros.

User badge image

IGOR PEREIRA DA CONCEICAO

Há mais de um mês

“Os grandes defeitos da sociedade económica em que vivemos são a incapacidade em alcançar o pleno emprego e a distribuição arbitrária e desigual da riqueza e do rendimento”.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas