A maior rede de estudos do Brasil

Opera- se na proteção preventiva da posse, ante ameaça de turbação ou esbulho, por meio de:


3 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

Carlos Eduardo Ferreira de Souza Verified user icon

Há mais de um mês

Ação possessória é gênero que comporta três espécies: o interdito proibitório, a manutenção da posse e a reintegração da posse.

No caso de proteção preventiva, ante à ameaça de turbação o esbulho, a ação que deve ser ajuizada é o interdito proibitório, que possui aquele precípua finalidade.

É que a ação de manutenção de posse ocorre quando já houve a turbação da posse, ao passo que a ação de reintegração de posse busca solucionar o esbulho da posse ocorrido.

Além disso, temos previsão no CPC:

Seção III 
Do Interdito Proibitório

Art. 567. O possuidor direto ou indireto que tenha justo receio de ser molestado na posse poderá requerer ao juiz que o segure da turbação ou esbulho iminente, mediante mandado proibitório em que se comine ao réu determinada pena pecuniária caso transgrida o preceito.

Ação possessória é gênero que comporta três espécies: o interdito proibitório, a manutenção da posse e a reintegração da posse.

No caso de proteção preventiva, ante à ameaça de turbação o esbulho, a ação que deve ser ajuizada é o interdito proibitório, que possui aquele precípua finalidade.

É que a ação de manutenção de posse ocorre quando já houve a turbação da posse, ao passo que a ação de reintegração de posse busca solucionar o esbulho da posse ocorrido.

Além disso, temos previsão no CPC:

Seção III 
Do Interdito Proibitório

Art. 567. O possuidor direto ou indireto que tenha justo receio de ser molestado na posse poderá requerer ao juiz que o segure da turbação ou esbulho iminente, mediante mandado proibitório em que se comine ao réu determinada pena pecuniária caso transgrida o preceito.

User badge image

Aline Oliveira

Há mais de um mês

interdito proibitório 

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas