A maior rede de estudos do Brasil

que maneira a “LEI DO REI” presente na Torá altera o tipo de governo em Israel?

Teologia

UNIGRAN


1 resposta(s)

User badge image

Lucas Ribeiro

Há mais de um mês

A Lei do Rei em Deuteronômio 17:14-20

A "Lei do Rei′, tinha um objetivo concreto, a submissão do Rei a Javé. O Rei deveria estar sob a tutela de Javé, e o Rei deveria observar ao menos quatro pontos importantes: Estar sujeito a Torá, a ponto do próprio Deus ordenar a ser feita uma cópia da Lei para o mesmo a tê-la como "Livro de cabeceira" para ser lida continuamente. O Rei não poderia ser um estrangeiro pois certamente se assim o fosse estaria sob influência do paganismo e idolatria e isso influenciaria a cultura em formação do povo israelita. O rei não poderia acumular riquezas visto que isto causaria a instabilidade social proposta por Javé. O Rei deveria agir como um irmão e não como um ser superior e deveria governar para o povo e o povo não ser considerado súdito mas participante ativo do governo e da soberania da nação. Desta maneira este quatro elementos ordenados por Javé contrariam todo o tipo de governo conhecido e jamais seria compreendido pelas nações vizinhas de Israel. No período monárquico apenas três Reis israelitas atentaram para estes termos e os cumpriram, destacando o Rei Ezequias o qual teve um governo mais de acordo com a Lei

A Lei do Rei em Deuteronômio 17:14-20

A "Lei do Rei′, tinha um objetivo concreto, a submissão do Rei a Javé. O Rei deveria estar sob a tutela de Javé, e o Rei deveria observar ao menos quatro pontos importantes: Estar sujeito a Torá, a ponto do próprio Deus ordenar a ser feita uma cópia da Lei para o mesmo a tê-la como "Livro de cabeceira" para ser lida continuamente. O Rei não poderia ser um estrangeiro pois certamente se assim o fosse estaria sob influência do paganismo e idolatria e isso influenciaria a cultura em formação do povo israelita. O rei não poderia acumular riquezas visto que isto causaria a instabilidade social proposta por Javé. O Rei deveria agir como um irmão e não como um ser superior e deveria governar para o povo e o povo não ser considerado súdito mas participante ativo do governo e da soberania da nação. Desta maneira este quatro elementos ordenados por Javé contrariam todo o tipo de governo conhecido e jamais seria compreendido pelas nações vizinhas de Israel. No período monárquico apenas três Reis israelitas atentaram para estes termos e os cumpriram, destacando o Rei Ezequias o qual teve um governo mais de acordo com a Lei

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes