A maior rede de estudos do Brasil

Por que a pressão em baixo da agua nao e mesma da superficie

Física

Biológicas / Saúde


5 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Neste exercício, serão aplicados os conhecimentos adquiridos sobre Física para explicar o motivo pelo qual a pressão embaixo da água é diferente na pressão da água na superfície.

----

Considerando um fluido de densidade volumétrica \(\rho\) constante, submetido a uma aceleração (por exemplo, a aceleração da gravidade \(g\)), tem-se dois pontos: o ponto de pressão \(p_2\), a uma altitude \(y_2\), e outro ponto de pressão \(p_1\), a uma altitude \(y_1\). Com isso, a relação entre essas pressões é apresentada conforme a equação de Hidrostática a seguir:


\[p_2-p_1=-\rho g\cdot (y_2-y_1)\]

----

Pelo enunciado, tem-se que \(y_1\) é a altitude correspondente ao fundo da água, \(y_2\) é a altitude correspondente à superfície da mesma e \(\rho\) é a densidade volumétrica da água. Como a pressão de \(y_1\) é \(p_1\) e a pressão de \(y_2\) é \(p_2\), tem-se que os valores de \(p_1\) e \(p_2\) são diferentes entre si.

----

Concluindo, a pressão \(p_1\) embaixo da água e a pressão \(p_2\) da água na superfície são diferentes entre si devido à seguinte equação de Hidrostática:


\[\boxed{p_2-p_1=-\rho g\cdot (y_2-y_1)}\]

Neste exercício, serão aplicados os conhecimentos adquiridos sobre Física para explicar o motivo pelo qual a pressão embaixo da água é diferente na pressão da água na superfície.

----

Considerando um fluido de densidade volumétrica \(\rho\) constante, submetido a uma aceleração (por exemplo, a aceleração da gravidade \(g\)), tem-se dois pontos: o ponto de pressão \(p_2\), a uma altitude \(y_2\), e outro ponto de pressão \(p_1\), a uma altitude \(y_1\). Com isso, a relação entre essas pressões é apresentada conforme a equação de Hidrostática a seguir:


\[p_2-p_1=-\rho g\cdot (y_2-y_1)\]

----

Pelo enunciado, tem-se que \(y_1\) é a altitude correspondente ao fundo da água, \(y_2\) é a altitude correspondente à superfície da mesma e \(\rho\) é a densidade volumétrica da água. Como a pressão de \(y_1\) é \(p_1\) e a pressão de \(y_2\) é \(p_2\), tem-se que os valores de \(p_1\) e \(p_2\) são diferentes entre si.

----

Concluindo, a pressão \(p_1\) embaixo da água e a pressão \(p_2\) da água na superfície são diferentes entre si devido à seguinte equação de Hidrostática:


\[\boxed{p_2-p_1=-\rho g\cdot (y_2-y_1)}\]

User badge image

vitor cunha

Há mais de um mês

Para entender a ideia da pressão, quanto menor for o apoio, maior será pressão exercida. Por exemplo, uma bicicleta com uma roda fina e que sustenta o peso corporal de quem a dirige: essa roda deixará marcas no solo, pela pressão exercida pelo peso do corpo. Se no lugar de rodas finas forem colocadas outras mais grossas, essas marcas serão menores ou mesmo deixarão de existir, porque a pressão do peso do corpo será distribuída por um espaço maior.

A pressão aumenta nas bases, já que acumulam todo o peso distribuído na área ou recipiente, como no caso das águas. Dessa forma, um submarino que navega pelas profundezas do mar precisa ser de um material forte o suficiente para resistir à enorme pressão do local.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas