A maior rede de estudos do Brasil

Quando a umidade relativa do ar se aproxima de 100%, a transpiração aumenta. Isso pode reduzir o nível de nutrientes na planta?


3 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Visando responder a esse questionamento empregaremos nossos conhecimentos acerca da disciplina de Fisiologia Vegetal.As células compõem os seres vivos, através delas temos as estruturas vitais: órgãos, músculos, tecidos, entre outros. Elas são divididas em Eucariontes e Procariontes, sendo que esta classificação é vista em função que as células eucariontes não possuem núcleo, diferente das procariontes que possuem. Para tanto, a composição química das células são: água, enzimas, sais minerais, carboidratos, lipídeos, proteínas. As células procariontes possuem organelas, no caso, da vegetal temos a parede celular, uma proteção extra de celulose. As células produzem energia, quando fazem a respiração celular, ela se inicial no Citosol, após se dirige para a mitocôndria (usina de energia), finalizando com a cadeia respiratória, ao final do ciclo de Krebs são formados: 8 NADH, 2 FADH2 e 2 moléculas de Adenosina Trifosfato-ATP. A Fosforilação Oxidativa é o processo de respiração que ocorre na Mitocôndria na presença de oxigênio. Das membranas celulares vegetais brotam as vesículas que fazem o transporte de substâncias celulares, denominado osmose. No que se refere a anatomia vegetal, as folhas são órgãos de extrema importância, visto que é através deles que a planta absorve a luz solar e realiza a fotossíntese, promovendo a energia para o restante dos componentes do vegetal realizarem suas funções. Quando o vegetal recebe quantidade elevada de energia, é os elétrons da luz que despendem como calor ou fluorescência, a clorofila não faz parte desse processo. Quando ocorre que a umidade relativa do ar alcança cem por cento, há perda de nutrientes devido a transpiração em excesso na planta.
Visando responder a esse questionamento empregaremos nossos conhecimentos acerca da disciplina de Fisiologia Vegetal.As células compõem os seres vivos, através delas temos as estruturas vitais: órgãos, músculos, tecidos, entre outros. Elas são divididas em Eucariontes e Procariontes, sendo que esta classificação é vista em função que as células eucariontes não possuem núcleo, diferente das procariontes que possuem. Para tanto, a composição química das células são: água, enzimas, sais minerais, carboidratos, lipídeos, proteínas. As células procariontes possuem organelas, no caso, da vegetal temos a parede celular, uma proteção extra de celulose. As células produzem energia, quando fazem a respiração celular, ela se inicial no Citosol, após se dirige para a mitocôndria (usina de energia), finalizando com a cadeia respiratória, ao final do ciclo de Krebs são formados: 8 NADH, 2 FADH2 e 2 moléculas de Adenosina Trifosfato-ATP. A Fosforilação Oxidativa é o processo de respiração que ocorre na Mitocôndria na presença de oxigênio. Das membranas celulares vegetais brotam as vesículas que fazem o transporte de substâncias celulares, denominado osmose. No que se refere a anatomia vegetal, as folhas são órgãos de extrema importância, visto que é através deles que a planta absorve a luz solar e realiza a fotossíntese, promovendo a energia para o restante dos componentes do vegetal realizarem suas funções. Quando o vegetal recebe quantidade elevada de energia, é os elétrons da luz que despendem como calor ou fluorescência, a clorofila não faz parte desse processo. Quando ocorre que a umidade relativa do ar alcança cem por cento, há perda de nutrientes devido a transpiração em excesso na planta.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas