Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Como pode ser a departamentalização territorial?

como pode ser a departamentização territorial?

 


1 resposta(s)

User badge image

Sandra Da Silva Ferreira

Há mais de um mês

Tipos de Departamentalização

Como estamos falando sobre divisão do trabalho por tipos de especialização, fica óbvio que cada empresa pode ter uma forma de departamentalizar diferente de acordo com a sua realidade. Por causa disso, vamos ver os principais tipos existentes:

Todas as imagens de estruturas funcionais desse post foram desenvolvidas por Carol Alvarenga no site Esquemaria

Por Função

Esse é um dos tipos de abordagem mais comum que existem. Nesse caso, são criadas áreas na empresa agrupando pessoas especialistas em determinada atividade. É aquela velha estrutura que você já conhece (e talvez até trabalhe), onde uma empresa possui uma área de vendas, uma área financeira e por aí vai. No final das contas, o objetivo é ter pessoas com expertises similares trabalhando junto.

 

Por Clientes

Quando uma empresa conhece tão bem os seus clientes que se organiza para concentrar os esforços nos atributos e necessidades do seu público, ela provavelmente vai utilizar a departamentalização por clientes. Um exemplo clássico são as lojas de departamentos como você pode ver na imagem abaixo:

 

Observe que diversos tipos de esforços de vendas são feitos de acordo com as preferências dos clientes. Nesse caso, você pode ver desde seções de perfumaria, lingerie e moda até seções de roupa masculina social e esporte, dependendo da loja.

Por Processos

Nesse caso, a maior preocupação para a organização de setores na empresa vai ser no processo de produção. Os exemplos mais óbvios desse tipo de departamentalização são as fábricas e montadoras de carros. Veja abaixo:

Um exemplo um pouco menos óbvio é da própria área de desenvolvimento de planilhas da LUZ, que está estruturada como uma linha de montagem. Primeiro um consultor especializado no conhecimento de gestão e nos feedbacks de nossos clientes estrutura os pré requisitos da planilha. Logo em seguida, um designer com conhecimento em experiência do usuário desenha todas as telas da planilha e, por fim, um especialista em Excel cria a planilha diretamente no software.

 

Por Produtos ou Serviços

Esse tipo de departamentalização é similar à abordagem por clientes, já que a empresa se organiza agrupando seus colaboradores dentro de áreas específicas. A única diferença é que nesse caso, ao invés do foco ser um tipo de cliente, o foco passa a ser nos tipos de produtos oferecidos pela empresa. Um exemplo típico dessa divisão acontece nos supermercados:

Se entrarmos na departamentalização por serviços, temos nos hospitais um excelente exemplo:

A ideia principal aqui é entender que a empresa possui produtos ou serviços que são muitos diferentes entre si e que por isso faz sentido especializar as áreas para que o nível de qualidade oferecida ao cliente aumente.

Matricial

Essa é uma combinação da departamentalização funcional com uma de outro tipo. Essa outra pode ser por projetos (como mostraremos no exemplo abaixo), por produtos, serviços, clientes ou localização geográfica.

 

Na realidade, nesse tipo de divisão, a empresa mantém a estrutura funcional para atividades internas e adota a departamentalização divisional para os projetos ou produtos/serviços ofertados. É muito comum ver esse tipo de estrutura em consultorias, agências de publicidade e empresas similares.

Geográfica ou Territorial

Como o próprio nome já diz, a abordagem territorial vai dividir a empresa de acordo com os locais onde ela atua. Ela é muito comum em empresas que possuem filiais em áreas ou regiões diferentes. Nesses casos, apesar de possuírem áreas unificadas, o foco é em prestar atenção nas características de cada região.

Essa abordagem é especialmente positiva para não errar na alocação de produtos em regiões onde ele não tem aderência e propagandas mais direcionadas ao comportamento local.

 

Por Projetos

Na departamentalização por projetos, os colaboradores vão receber atribuições temporárias dentro de projetos. Isso ocorre, porque como você bem sabe um projeto tem início, meio e fim. Assim, as funções só vão existir enquanto o projeto existir. Depois disso pode ocorrer alocação em outros projetos e por aí vai.

Dois exemplos clássicos são os de consultorias e de agências de publicidade, como retratado abaixo:

Tipos de Departamentalização

Como estamos falando sobre divisão do trabalho por tipos de especialização, fica óbvio que cada empresa pode ter uma forma de departamentalizar diferente de acordo com a sua realidade. Por causa disso, vamos ver os principais tipos existentes:

Todas as imagens de estruturas funcionais desse post foram desenvolvidas por Carol Alvarenga no site Esquemaria

Por Função

Esse é um dos tipos de abordagem mais comum que existem. Nesse caso, são criadas áreas na empresa agrupando pessoas especialistas em determinada atividade. É aquela velha estrutura que você já conhece (e talvez até trabalhe), onde uma empresa possui uma área de vendas, uma área financeira e por aí vai. No final das contas, o objetivo é ter pessoas com expertises similares trabalhando junto.

 

Por Clientes

Quando uma empresa conhece tão bem os seus clientes que se organiza para concentrar os esforços nos atributos e necessidades do seu público, ela provavelmente vai utilizar a departamentalização por clientes. Um exemplo clássico são as lojas de departamentos como você pode ver na imagem abaixo:

 

Observe que diversos tipos de esforços de vendas são feitos de acordo com as preferências dos clientes. Nesse caso, você pode ver desde seções de perfumaria, lingerie e moda até seções de roupa masculina social e esporte, dependendo da loja.

Por Processos

Nesse caso, a maior preocupação para a organização de setores na empresa vai ser no processo de produção. Os exemplos mais óbvios desse tipo de departamentalização são as fábricas e montadoras de carros. Veja abaixo:

Um exemplo um pouco menos óbvio é da própria área de desenvolvimento de planilhas da LUZ, que está estruturada como uma linha de montagem. Primeiro um consultor especializado no conhecimento de gestão e nos feedbacks de nossos clientes estrutura os pré requisitos da planilha. Logo em seguida, um designer com conhecimento em experiência do usuário desenha todas as telas da planilha e, por fim, um especialista em Excel cria a planilha diretamente no software.

 

Por Produtos ou Serviços

Esse tipo de departamentalização é similar à abordagem por clientes, já que a empresa se organiza agrupando seus colaboradores dentro de áreas específicas. A única diferença é que nesse caso, ao invés do foco ser um tipo de cliente, o foco passa a ser nos tipos de produtos oferecidos pela empresa. Um exemplo típico dessa divisão acontece nos supermercados:

Se entrarmos na departamentalização por serviços, temos nos hospitais um excelente exemplo:

A ideia principal aqui é entender que a empresa possui produtos ou serviços que são muitos diferentes entre si e que por isso faz sentido especializar as áreas para que o nível de qualidade oferecida ao cliente aumente.

Matricial

Essa é uma combinação da departamentalização funcional com uma de outro tipo. Essa outra pode ser por projetos (como mostraremos no exemplo abaixo), por produtos, serviços, clientes ou localização geográfica.

 

Na realidade, nesse tipo de divisão, a empresa mantém a estrutura funcional para atividades internas e adota a departamentalização divisional para os projetos ou produtos/serviços ofertados. É muito comum ver esse tipo de estrutura em consultorias, agências de publicidade e empresas similares.

Geográfica ou Territorial

Como o próprio nome já diz, a abordagem territorial vai dividir a empresa de acordo com os locais onde ela atua. Ela é muito comum em empresas que possuem filiais em áreas ou regiões diferentes. Nesses casos, apesar de possuírem áreas unificadas, o foco é em prestar atenção nas características de cada região.

Essa abordagem é especialmente positiva para não errar na alocação de produtos em regiões onde ele não tem aderência e propagandas mais direcionadas ao comportamento local.

 

Por Projetos

Na departamentalização por projetos, os colaboradores vão receber atribuições temporárias dentro de projetos. Isso ocorre, porque como você bem sabe um projeto tem início, meio e fim. Assim, as funções só vão existir enquanto o projeto existir. Depois disso pode ocorrer alocação em outros projetos e por aí vai.

Dois exemplos clássicos são os de consultorias e de agências de publicidade, como retratado abaixo:

Essa pergunta já foi respondida!