“A” Bacharel em Direito, impetrou “Habeas Corpus“ em favor de “B” e outras, sustentando que elas vinham sofrendo constrangimento ilegal.

 “A” Bacharel em Direito, impetrou “Habeas Corpus“ em favor de “B” e outras, sustentando que elas vinham sofrendo constrangimento ilegal, pois freqüentemente eram presas pelas autoridades policias, sob a acusação de que estavam fazendo “Trottoir”.  Eram levadas ao xadrez e soltas após a triagem. A impetração do “Habeas Corpus” visava a obtenção de salvo-conduto para as pacientes a fim de que elas não fossem mais trancafiadas por estarem se exibindo nas ruas.

Em primeira instância o “Habeas Corpus” foi denegado. Houve recurso.

Disciplina:Prática Penal1.519 materiais

1 resposta(s)

Carregar mais