A maior rede de estudos do Brasil

Quais são as reações químicas envolvidas nos testes de dosagens de colesterol e triglicerídeos?


3 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

  • Reação para a determinação de triglicérides

  • A primeira etapa da quantificação de triglicérides consiste na adição da lipoproteína lipase. Essa etapa é fundamental para a quebra das ligações éster, onde, os grupos carboxílicos oriundo da hidrólise formam os ácidos graxos e o restante da estrutura do triglicéride, forma uma molécula de glicerol.


O glicerol junto com ATP na presença da enzima glicoquinase e íons Mg2+, promovem a quebra de um grupo fosfato do ATP que se liga a molécula de glicerol, resultando no glicerol-3-fosfato e ADP. Posteriormente, o glicerol-3-fosfato é oxidado na presença de sua enzima específica glicerol-3-fosfato oxidase, formando dihidróxiacetona e peróxido de hidrogênio (H2O2). O H2O2 é o principal produto dessa reação e quando adicionado a uma solução de 4-aminoantipirina e 4-clorofenol na presença da enzima peroxidase, forma um composto de cor vermelha, com absorbância na região de 505 nm. A intensidade da cor vermelha é diretamente proporcional a concentração de triglicérides.

  • Reação para a determinação de colesterol

  • A enzima colesterol esterase na presença de grupos ésteres, promove a quebra desse grupo, o que resulta, nesse caso, na formação do colesterol e de ácidos graxos. O colesterol sofre oxidação na presença de sua enzima específica colesterol oxidase, formando o colest-4-en-ona e H2O2. Similar ao observado na determinação de triglicérides, a formação de peróxido junto com fenol e 4-aminoantipirina na presença de peroxidase, resulta em um composto vermelho (antipirilquinonimina), que pode ser analisada por espectrofotômetro em aproximadamente 510 nm. A intensidade da cor vermelha é diretamente proporcional a concentração de colesterol na amostra.

  • Reação para a determinação de triglicérides

  • A primeira etapa da quantificação de triglicérides consiste na adição da lipoproteína lipase. Essa etapa é fundamental para a quebra das ligações éster, onde, os grupos carboxílicos oriundo da hidrólise formam os ácidos graxos e o restante da estrutura do triglicéride, forma uma molécula de glicerol.


O glicerol junto com ATP na presença da enzima glicoquinase e íons Mg2+, promovem a quebra de um grupo fosfato do ATP que se liga a molécula de glicerol, resultando no glicerol-3-fosfato e ADP. Posteriormente, o glicerol-3-fosfato é oxidado na presença de sua enzima específica glicerol-3-fosfato oxidase, formando dihidróxiacetona e peróxido de hidrogênio (H2O2). O H2O2 é o principal produto dessa reação e quando adicionado a uma solução de 4-aminoantipirina e 4-clorofenol na presença da enzima peroxidase, forma um composto de cor vermelha, com absorbância na região de 505 nm. A intensidade da cor vermelha é diretamente proporcional a concentração de triglicérides.

  • Reação para a determinação de colesterol

  • A enzima colesterol esterase na presença de grupos ésteres, promove a quebra desse grupo, o que resulta, nesse caso, na formação do colesterol e de ácidos graxos. O colesterol sofre oxidação na presença de sua enzima específica colesterol oxidase, formando o colest-4-en-ona e H2O2. Similar ao observado na determinação de triglicérides, a formação de peróxido junto com fenol e 4-aminoantipirina na presença de peroxidase, resulta em um composto vermelho (antipirilquinonimina), que pode ser analisada por espectrofotômetro em aproximadamente 510 nm. A intensidade da cor vermelha é diretamente proporcional a concentração de colesterol na amostra.

User badge image

Andre Smaira

Há mais de um mês

  • Reação para a determinação de triglicérides

  • A primeira etapa da quantificação de triglicérides consiste na adição da lipoproteína lipase. Essa etapa é fundamental para a quebra das ligações éster, onde, os grupos carboxílicos oriundo da hidrólise formam os ácidos graxos e o restante da estrutura do triglicéride, forma uma molécula de glicerol.


O glicerol junto com ATP na presença da enzima glicoquinase e íons Mg2+, promovem a quebra de um grupo fosfato do ATP que se liga a molécula de glicerol, resultando no glicerol-3-fosfato e ADP. Posteriormente, o glicerol-3-fosfato é oxidado na presença de sua enzima específica glicerol-3-fosfato oxidase, formando dihidróxiacetona e peróxido de hidrogênio (H2O2). O H2O2 é o principal produto dessa reação e quando adicionado a uma solução de 4-aminoantipirina e 4-clorofenol na presença da enzima peroxidase, forma um composto de cor vermelha, com absorbância na região de 505 nm. A intensidade da cor vermelha é diretamente proporcional a concentração de triglicérides.

  • Reação para a determinação de colesterol

  • A enzima colesterol esterase na presença de grupos ésteres, promove a quebra desse grupo, o que resulta, nesse caso, na formação do colesterol e de ácidos graxos. O colesterol sofre oxidação na presença de sua enzima específica colesterol oxidase, formando o colest-4-en-ona e H2O2. Similar ao observado na determinação de triglicérides, a formação de peróxido junto com fenol e 4-aminoantipirina na presença de peroxidase, resulta em um composto vermelho (antipirilquinonimina), que pode ser analisada por espectrofotômetro em aproximadamente 510 nm. A intensidade da cor vermelha é diretamente proporcional a concentração de colesterol na amostra.

User badge image

Andre Smaira

Há mais de um mês

  • Reação para a determinação de triglicérides

  • A primeira etapa da quantificação de triglicérides consiste na adição da lipoproteína lipase. Essa etapa é fundamental para a quebra das ligações éster, onde, os grupos carboxílicos oriundo da hidrólise formam os ácidos graxos e o restante da estrutura do triglicéride, forma uma molécula de glicerol.


O glicerol junto com ATP na presença da enzima glicoquinase e íons Mg2+, promovem a quebra de um grupo fosfato do ATP que se liga a molécula de glicerol, resultando no glicerol-3-fosfato e ADP. Posteriormente, o glicerol-3-fosfato é oxidado na presença de sua enzima específica glicerol-3-fosfato oxidase, formando dihidróxiacetona e peróxido de hidrogênio (H2O2). O H2O2 é o principal produto dessa reação e quando adicionado a uma solução de 4-aminoantipirina e 4-clorofenol na presença da enzima peroxidase, forma um composto de cor vermelha, com absorbância na região de 505 nm. A intensidade da cor vermelha é diretamente proporcional a concentração de triglicérides.

  • Reação para a determinação de colesterol

  • A enzima colesterol esterase na presença de grupos ésteres, promove a quebra desse grupo, o que resulta, nesse caso, na formação do colesterol e de ácidos graxos. O colesterol sofre oxidação na presença de sua enzima específica colesterol oxidase, formando o colest-4-en-ona e H2O2. Similar ao observado na determinação de triglicérides, a formação de peróxido junto com fenol e 4-aminoantipirina na presença de peroxidase, resulta em um composto vermelho (antipirilquinonimina), que pode ser analisada por espectrofotômetro em aproximadamente 510 nm. A intensidade da cor vermelha é diretamente proporcional a concentração de colesterol na amostra.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas