A maior rede de estudos do Brasil

Diferencie: sequestro relâmpago, extorsão mediante sequestro e roubo (se o agente mantém a vítima em seu poder, restringindo sua liberdade).


1 resposta(s)

User badge image

Rafael Tourem

Há mais de um mês

a) Se, para subtrair a coisa alheia móvel, o agente precisou privar a vítima da sua liberdade de locomoção, temos o crime de roubo majorado pelo sequestro.

b) Se, para receber a indevida vantagem econômica, o agente, dependendo da colaboração da vítima, restringe sua liberdade de locomoção, configurado estará o crime de extorsão (hoje, qualificado pelo sequestro).

c) Se a vantagem depender do comportamento de terceiro, servindo a rápida privação da liberdade da vítima como forma de coagi-lo a entregar a recompensa exigida, extorsão mediante sequestro.

 

O sequestro relâmpago é um crime, em que a vítima, é mantida por um pequeno espaço de tempo, estando sob o controle dos bandidos no intuito de obter lucro ilícito.

 

Manual de Direito Penal - Rogério Sanches Cunha. Parte especial. 

a) Se, para subtrair a coisa alheia móvel, o agente precisou privar a vítima da sua liberdade de locomoção, temos o crime de roubo majorado pelo sequestro.

b) Se, para receber a indevida vantagem econômica, o agente, dependendo da colaboração da vítima, restringe sua liberdade de locomoção, configurado estará o crime de extorsão (hoje, qualificado pelo sequestro).

c) Se a vantagem depender do comportamento de terceiro, servindo a rápida privação da liberdade da vítima como forma de coagi-lo a entregar a recompensa exigida, extorsão mediante sequestro.

 

O sequestro relâmpago é um crime, em que a vítima, é mantida por um pequeno espaço de tempo, estando sob o controle dos bandidos no intuito de obter lucro ilícito.

 

Manual de Direito Penal - Rogério Sanches Cunha. Parte especial. 

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes