A maior rede de estudos do Brasil

Escravidão segundo John Locke​


2 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

John Locke, defende a escravidão pelo contrato de servidão em prol do derrotado na guerra, que poderia ser morto, e admite o compromisso de servir em troca de viver. Assim, seus defensores dizem que a questão da escravidão não é importante no seu pensamento.

Locke, dizia não defender a escravidão baseada em raça, mas apenas no contrato com o derrotado na guerra. Ele colaborou para a formalizar juridicamente a escravidão na Província da Carolina.

Muitos afirmavam que Locke, lucrou muito com o tráfico de escravos negros, sendo acionista da Royal African Company; o que poderia corromper parte de seu legado filosófico, já que seria possível ter sido produzido pensando em ganhos pessoais.

John Locke, defende a escravidão pelo contrato de servidão em prol do derrotado na guerra, que poderia ser morto, e admite o compromisso de servir em troca de viver. Assim, seus defensores dizem que a questão da escravidão não é importante no seu pensamento.

Locke, dizia não defender a escravidão baseada em raça, mas apenas no contrato com o derrotado na guerra. Ele colaborou para a formalizar juridicamente a escravidão na Província da Carolina.

Muitos afirmavam que Locke, lucrou muito com o tráfico de escravos negros, sendo acionista da Royal African Company; o que poderia corromper parte de seu legado filosófico, já que seria possível ter sido produzido pensando em ganhos pessoais.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas