A maior rede de estudos do Brasil

O que é uma reação de substituição nucleofilica? minha prof explicou em sala mas não consegui entender ainda


3 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Por definição, um nucleófilo trata-se de reagente que busca um centro positivo, ou seja, um nucleófilo consiste em uma base de Lewis pois é um potencial doador de par de par de elétrons. Desse modo, podemos generalizar dizendo que qualquer íon negativo ou molécula descarregada que possua um par de elétrons não compartilhados possui potencial para ser um nucleófilo.

A principal reação que acontece com os nucleófilos é a substituição nucleofílica, que caracteriza-se por ser uma reação de substituição onde um nucleófilo, abundante em elétrons, substitui em uma posição eletrófila, escassa em elétrons, uma molécula ou átomo. A figura abaixo esquematiza uma reação de substituição nucleofílica.


Esquema da reação de substituição nucleofílica. Fonte: Notas de aula UFC. Acesso 14 set. 2019

Por definição, um nucleófilo trata-se de reagente que busca um centro positivo, ou seja, um nucleófilo consiste em uma base de Lewis pois é um potencial doador de par de par de elétrons. Desse modo, podemos generalizar dizendo que qualquer íon negativo ou molécula descarregada que possua um par de elétrons não compartilhados possui potencial para ser um nucleófilo.

A principal reação que acontece com os nucleófilos é a substituição nucleofílica, que caracteriza-se por ser uma reação de substituição onde um nucleófilo, abundante em elétrons, substitui em uma posição eletrófila, escassa em elétrons, uma molécula ou átomo. A figura abaixo esquematiza uma reação de substituição nucleofílica.


Esquema da reação de substituição nucleofílica. Fonte: Notas de aula UFC. Acesso 14 set. 2019

User badge image

Isabelle Guimarães

Há mais de um mês

Em química, uma substituição nucleofílica é um tipo de reação de substituição (nucleófilo, "rico em elétrons") substitui (posição eletrófila, "pobre em elétrons") de uma molécula, um átomo ou grupo lábil. 

Obs.: Grupos lábeis afetam a reatividade intrínseca, não os fatores de discriminação nucleofílica.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas