A maior rede de estudos do Brasil

(UERJ 2018) Um medicamento utilizado como laxante apresenta em sua composição química os sais

\(Na_2HPO_4\) e \(NaH_2PO_4\), nas concentrações de 142 g/L e 60 g/L, respectivamente. A eficácia do medicamento está relacionada à alta concentração salina, que provoca perda de água das células presentes no intestino.

Admitindo que cada um dos sais encontra-se 100% dissociado, calcule a concentração de íons Na+, em mol/L, no medicamento.

Em seguida, também em relação ao medicamento, nomeie o sal com menor concentração e a propriedade coligativa correspondente à sua ação laxante.

Química

PUC-RIO


2 resposta(s)

User badge image

Estudante PD

Há mais de um mês

Devemos determinart a concentração dos íons, separadamente, e posteriormente, totalizar.

Dissociação 1:

Dissociação 2:

Arranjo matemático das fórmulas:

Após determinação das massas molares de cada sal:

Cálculo da concentração de íons sódio (Na+):

Nome do sal de menor concentração:

Di-hidrogenofosfato de sódio.

Propriedade coligativa: osmose.

Devemos determinart a concentração dos íons, separadamente, e posteriormente, totalizar.

Dissociação 1:

Dissociação 2:

Arranjo matemático das fórmulas:

Após determinação das massas molares de cada sal:

Cálculo da concentração de íons sódio (Na+):

Nome do sal de menor concentração:

Di-hidrogenofosfato de sódio.

Propriedade coligativa: osmose.

User badge image

Celso Bortoletto

Há mais de um mês

Olá!

Primeiramente é necessário escrever as reações químicas de dissociação dos sais.

No medicamento, temos que a massa presente de  é de 142 g/L. Sabendo que a massa molar do sal é de 142 g/mol, temos então que há 1 mol/L de .

Da mesma maneira, temos que a massa presente de texNaHPO4 é de 60 g/L. Sabendo que a massa molar do sal é de 120 g/mol, temos que há 0,5 mol/L de NaHPO4

Vemos pelas reações que 1 mol de  gera 2 mols de íons  e que 1 mol de  gera 1 mol de íons .

Como temos 1 mol de , teremos após dissociação, 2 moles de íons  e como há 0,5 mol de , teremos 0,5 mol de íons  após dissociação.

Logo a concentração gerada de íons  será de 2 + 0,5 = 2,5 mol/L.

 

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes