A maior rede de estudos do Brasil

Caso clínico de farmacologia

1. O paciente veio à consulta com sua esposa, a qual relatou que o marido, fazia duas semanas, estava mais eufórico, agitado e loquaz. Passara a dormir apenas 3 horas por noite. À véspera da consulta, decidira comprar um apartamento novo, cujo valor monetário é superior a suas posses. Na história pregressa, havia episódios semelhantes, intercalados com fases de profunda depressão, numa das quais tentara o suicídio. O paciente fazia uso de lítio, mas abandonara o tratamento no mês anterior. Não foram constatadas anormalidades ao exame clínico. A impressão diagnóstica foi de distúrbio afetivo bipolar em fase maníaca. A conduta constou de hospitalização e administração de lítio. 

a) Justifique a utilização de Lítio. 
b) Descreva o esquema de administração deste fármaco e o controle da terapia. 
c) Quais são os efeitos adversos? 
d) Qual o período de latência para obtenção de efeito terapêutico? 
e) Que recomendações devem ser feitas a quem emprega lítio? 


5 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

a)

O lítio pode alterar o fluxo de sódio por meio das células nervosas e musculares do corpo. O sódio afeta a excitação ou mania. Os sintomas maníacos incluem hiperatividade, fala apressada, falta de discernimento, necessidade reduzida de sono, agressão e raiva.

b)

Siga todas as instruções no seu rótulo de prescrição e leia todos os guias de medicamentos ou folhas de instruções. O uso em excesso pode accaretar em sobredosagem se você tomar apenas um pouco mais do que a dose recomendada.

c)

Evite ficar superaquecido ou desidratado durante o exercício e em clima quente. Cuidado ao dirigir ou fazer qualquer coisa que exija que você esteja acordado e alerta.

d)

Controle agudo:

-Dose habitual: 1800 mg / dia -Fórmulas de liberação prolongada

: 900 mg por via oral de manhã e à noite

-Fórmulas de liberação regular: 600 mg por via oral 3 vezes ao dia, pela manhã, tarde e noite

Controle a longo prazo :

-Dose de manutenção: 900 a 1200 mg / dia -Fórmulas de liberação prolongada

: 600 mg por via oral de manhã e à noite

-Fórmulas de liberação regular: 300 mg por via oral 3 a 4 vezes por dia

e)

Não use lítio sem informar o seu médico se estiver grávida. Pode causar danos ao bebê por nascer. A toxicidade do lítio pode causar a morte. O lítio é um medicamento com uma faixa estreita de segurança e pode ocorrer toxicidade se você tomar apenas um pouco mais do que a dose recomendada.

a)

O lítio pode alterar o fluxo de sódio por meio das células nervosas e musculares do corpo. O sódio afeta a excitação ou mania. Os sintomas maníacos incluem hiperatividade, fala apressada, falta de discernimento, necessidade reduzida de sono, agressão e raiva.

b)

Siga todas as instruções no seu rótulo de prescrição e leia todos os guias de medicamentos ou folhas de instruções. O uso em excesso pode accaretar em sobredosagem se você tomar apenas um pouco mais do que a dose recomendada.

c)

Evite ficar superaquecido ou desidratado durante o exercício e em clima quente. Cuidado ao dirigir ou fazer qualquer coisa que exija que você esteja acordado e alerta.

d)

Controle agudo:

-Dose habitual: 1800 mg / dia -Fórmulas de liberação prolongada

: 900 mg por via oral de manhã e à noite

-Fórmulas de liberação regular: 600 mg por via oral 3 vezes ao dia, pela manhã, tarde e noite

Controle a longo prazo :

-Dose de manutenção: 900 a 1200 mg / dia -Fórmulas de liberação prolongada

: 600 mg por via oral de manhã e à noite

-Fórmulas de liberação regular: 300 mg por via oral 3 a 4 vezes por dia

e)

Não use lítio sem informar o seu médico se estiver grávida. Pode causar danos ao bebê por nascer. A toxicidade do lítio pode causar a morte. O lítio é um medicamento com uma faixa estreita de segurança e pode ocorrer toxicidade se você tomar apenas um pouco mais do que a dose recomendada.

User badge image

jacky

Há mais de um mês

A)O lítio é utilizado no tratamento do transtorno bipolar. Os sais delítio também podem auxiliar para casos de diagnósticos relacionados como transtorno esquizoafetivo e depressão nervosa

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas