A maior rede de estudos do Brasil

Descumprimento de acordo

Juliana em meados de 2018, em virtude do descumprimento de um acordo firmado com Joana, propôs contra esta uma ação sendo que requereu que o acordo fosse cumprido, assim como, a condenação da ré a título de dano moral. Na oportunidade, as partes moravam na cidade de Embu das Artes/SP, local que a ação foi distribuída e tramita até hoje. Juliana mudou-se para Londrina/PR e por isso requereu que a demanda passasse a tramitar em seu novo endereço. Com base nos fatos, assinale a alternativa correta:

a) Como Juliana é a autora da ação e o pedido foi realizado por ela, o julgador determinará a remessa dos autos para Londrina, sem ouvir a ré.

b) Os autos apenas serão remetidos para Londrina após a realização de audiência de tentativa de conciliação.

c) Pelo que prevê o princípio da “perpetuatio jurisdictionis”, são irrelevantes as alterações de fato ou de direito supervenientes, e dessa forma, a autora não terá seu processo remetido para Londrina no Paraná.

d) Somente após a oitiva de Joana, mesmo que ainda não tenha siso citada, o juiz decidirá em relação à remessa do processo para Londrina.


2 resposta(s)

User badge image

Júnior Oliveira

Há mais de um mês

GABARITO: c) Pelo que prevê o princípio da “perpetuatio jurisdictionis”, são irrelevantes as alterações de fato ou de direito supervenientes, e dessa forma, a autora não terá seu processo remetido para Londrina no Paraná.

A fundamentação está perfeita, pois amparada pelo disposto expressamente no art. 43, NCPC:

Art. 43. Determina-se a competência no momento do registro ou da distribuição da petição inicial, sendo irrelevantes as modificações do estado de fato ou de direito ocorridas posteriormente, salvo quando suprimirem órgão judiciário ou alterarem a competência absoluta.

Todas as demais alternativas estão erradas, pois contrariam o dispositivo assinalado. 

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes