A maior rede de estudos do Brasil

Java, é interpretada ou compilada?


6 resposta(s)

User badge image

Lhm

Há mais de um mês

Ambiente de Desenvolvimento Integrados (IDE)

Java é uma linguagem compilada e interpretada. O compilador Java, chamado javac, compila o código-fonte do Java para um código de nível intermediário chamado códigos de bytes. Esses códigos de bytes não são diretamente executáveis em qualquer plataforma de hardware existente; mas esses códigos são interpretados pelo interpretador Java, o qual pode operar por si mesmo ou como parte de um navegador Web.

O fato de Java ser tanto compilado quanto interpretado proporciona ao programador de Java o melhor de ambos os mundos. Um programa escrito em Java é eficiente, por ser compilado, e capaz de ser executado em múltiplas plataformas, por ser interpretado.

Um ambiente de desenvolvimento integrado (IDE) é uma configuração de programação única na qual você tem todas as ferramentas necessárias à sua disposição. Geralmente, um editor de código-fonte que é cercado por um compilador, um depurador e outras ferramentas de desenvolvimento. Alguns ambientes de desenvolvimento integrado permitem uma certa flexibilidade, assim o desenvolvedor pode personalizar seu ambiente de trabalho de modo a obter maior produtividade.

Um dos primeiros IDE's para IBM PCs e compatíveis foi o Turbo Pascal da Borland. Hoje no mercado temos diversos compiladores disponíveis, um IDE diferente acompanha cada um deles. Cada IDE é a visão do fabricante da maneira como os programadores deveriam trabalhar.

Antes da versão oficial 1.0 do Java ser lançada, vários IDEs já estavam disponíveis para o Java. Na primeira metade de 1996, os principais fabricantes de compiladores já haviam lançado um IDE disponível para Java.

 

Alguns produtos (IDE) já disponíveis no mercado, abaixo segue alguns deles:

A versão 4 do Visual C++ da Microsoft é flexível o bastante para ser usada como um IDE para Java. Não se trata realmente de um IDE para Java Independente, mas ele pode ser configurado para ser utilizado como tal. Mais informações podem ser encontradas na seguinte URL: http://www.ivas-as.attistel.co.uk/java/vc-java.html.

JavaMaker

O JavaMaker é um IDE de domínio público simples para plataformas Windows 95 e Windows NT. O JavaMaker fornece um editor simples, um compilador e um inicializador de applet viewer.

Para maiores informações visite o site do JavaMaker.

Diva for Java

O Diva for Java, anteriormente conhecido como Javaside, está disponível para as plataformas Windows 95 e Windows NT e requer o JDK (Java Development Kit). O Diva se aproxima mais do Visual C++, versão 4.0, do que o JavaMaker. As versões alfa e beta do Diva estão disponíveis gratuitamente, mas a versão 1.0 final será comercializada.

Java WebIDE

O Java WebIDE é um IDE quase completo escrito inteiramente em HTML e Java/JavaScript. Ele só é acessível através da World Wide Web. Não há nada para obter via download e ele é inteiramente gratuito. Toda a compilação é feita no site da Web e não localmente.

Estão incluídos nesse IDE exclusivo um editor, um compilador e toda a documentação JDK online. Você pode digitar o seu código no editor e depois compilá-lo. A saída se torna disponível para download.

Para mais informações: Java WebIDE.

Kalimantan

O Kalimantan, anteriormente conhecido como Expresso, é um conjunto de ferramentas de domínio público para a criação e depuração de applets e aplicativos Java. O Kalimantan não é um IDE completamente desenvolvido, mas possui dois utilitários interessantes: Inspector e o Debugger. O Inspector é uma ferramenta que permite ao programador explorar completamente o conteúdo de um objeto. O Debugger permite que o programador estabeleça pontos de interrupção em um aplicativo ou applet Java. Todas as ferramentas Kalimantan são escritas em Java, por isso são portáveis para qualquer sistema operacional que suporte Java.

O conjunto de ferramentas Kalimantan é fornecido junto com outro conjunto de ferramentas denominado dejava (Development Environment for Java), que inclui uma classe e um navegador de métodos entre outros recursos. Essas ferramentas rodam em qualquer plataforma que suporta Java, entretanto só foram testadas no Windows 95 e Sun Solaris.

Para mais informações: Kalimantan.

Roaster

O Roaster é o primeiro IDE Java comercial para o Macintosh. Os recursos do Roaster incluem um editor, um compilador, um depurador e um desassemblador de classes.

De acordo com as notas de lançamento, o Roaster funciona apenas nos modelos PowerPC do Macintosh. Além disso, o produto ainda suporta somente a primeira versão do JDK. O compilador ainda não está funcionando de forma adequada, por isso o fabricante recomenda o uso do compilador que vem com o JDK. O Abstract Windows Toolkit do Java não é completamente suportado, e nenhuma depuração em nível de fonte está disponível.

Para mais informações: Roaster.

Symantec Café

O Symantec Café é um IDE comercial de Java baseado no produto C e C++ IDE da Symantec. O Symantec Café já está disponível como um ambiente de desenvolvimento em Java Independente e completo.

O Café fornece um diagrama gráfico de hierarquia de classes Java, criado continuamente pelo IDE. Esse diagrama ajuda o desenvolvedor a compreender o layout da biblioteca de classes Java, e ver qual é o lugar das classes criadas pelo desenvolvedor. O Café também fornece um editor de classes, que permite ao desenvolvedor trabalhar com as classes em seu projeto. A edição é muito mais fácil por uma visualização de classe do que com arquivos de código-fonte individuais.

O Café também inclui dois recursos parecidos com recursos de assistente, chamados de AppExpress e ProjectExpress. Esses recursos geram um esquema completo e totalmente funcional de applet Java, que pode ser aperfeiçoado e revisado através do sistema Café.

Para mais informações: Symantec Café.

Borland C++ Versão 5.0

A versão 5.0 do Borland C++ irá fornecer suporte completo ao Java. Esse suporte inclui integração com o JDK, um editor para programadores, e um depurador gráfico em nível de códigos. O próprio depurador é escrito em Java, sendo o primeiro do gênero. Esse produto se tornou disponível em março de 1996.

O AppExpert, a vedete entre as ferramentas de desenvolvimento da Borland, é muito semelhante ao AppExpress da Symantec e ao AppWizard da Microsoft. O AppExpert permite ao desenvolvedor construir um aplicativo começando do zero; ele cria então todas as ferramentas de suporte e scripts necessários para compilar e executar o aplicativo de destino.

Para mais informações: Borland C++ Versão 5.0.
 

Java e Segurança

A Internet, e consequentemente a Web e o Java, apresenta as seguintes características:

  • É um sistema bidirecional
  • É um sistema muitos-para-muitos
  • A identidade do transmissor é programável e pode ser oculta
  • A informação transmitida pode se constituir de programas ativos.

Como em qualquer nova tecnologia, existem diversas perguntas não respondidas sobre a segurança do Java, que ainda estão sendo debatidas na Net e em outros fóruns.

Ambiente de Desenvolvimento Integrados (IDE)

Java é uma linguagem compilada e interpretada. O compilador Java, chamado javac, compila o código-fonte do Java para um código de nível intermediário chamado códigos de bytes. Esses códigos de bytes não são diretamente executáveis em qualquer plataforma de hardware existente; mas esses códigos são interpretados pelo interpretador Java, o qual pode operar por si mesmo ou como parte de um navegador Web.

O fato de Java ser tanto compilado quanto interpretado proporciona ao programador de Java o melhor de ambos os mundos. Um programa escrito em Java é eficiente, por ser compilado, e capaz de ser executado em múltiplas plataformas, por ser interpretado.

Um ambiente de desenvolvimento integrado (IDE) é uma configuração de programação única na qual você tem todas as ferramentas necessárias à sua disposição. Geralmente, um editor de código-fonte que é cercado por um compilador, um depurador e outras ferramentas de desenvolvimento. Alguns ambientes de desenvolvimento integrado permitem uma certa flexibilidade, assim o desenvolvedor pode personalizar seu ambiente de trabalho de modo a obter maior produtividade.

Um dos primeiros IDE's para IBM PCs e compatíveis foi o Turbo Pascal da Borland. Hoje no mercado temos diversos compiladores disponíveis, um IDE diferente acompanha cada um deles. Cada IDE é a visão do fabricante da maneira como os programadores deveriam trabalhar.

Antes da versão oficial 1.0 do Java ser lançada, vários IDEs já estavam disponíveis para o Java. Na primeira metade de 1996, os principais fabricantes de compiladores já haviam lançado um IDE disponível para Java.

 

Alguns produtos (IDE) já disponíveis no mercado, abaixo segue alguns deles:

A versão 4 do Visual C++ da Microsoft é flexível o bastante para ser usada como um IDE para Java. Não se trata realmente de um IDE para Java Independente, mas ele pode ser configurado para ser utilizado como tal. Mais informações podem ser encontradas na seguinte URL: http://www.ivas-as.attistel.co.uk/java/vc-java.html.

JavaMaker

O JavaMaker é um IDE de domínio público simples para plataformas Windows 95 e Windows NT. O JavaMaker fornece um editor simples, um compilador e um inicializador de applet viewer.

Para maiores informações visite o site do JavaMaker.

Diva for Java

O Diva for Java, anteriormente conhecido como Javaside, está disponível para as plataformas Windows 95 e Windows NT e requer o JDK (Java Development Kit). O Diva se aproxima mais do Visual C++, versão 4.0, do que o JavaMaker. As versões alfa e beta do Diva estão disponíveis gratuitamente, mas a versão 1.0 final será comercializada.

Java WebIDE

O Java WebIDE é um IDE quase completo escrito inteiramente em HTML e Java/JavaScript. Ele só é acessível através da World Wide Web. Não há nada para obter via download e ele é inteiramente gratuito. Toda a compilação é feita no site da Web e não localmente.

Estão incluídos nesse IDE exclusivo um editor, um compilador e toda a documentação JDK online. Você pode digitar o seu código no editor e depois compilá-lo. A saída se torna disponível para download.

Para mais informações: Java WebIDE.

Kalimantan

O Kalimantan, anteriormente conhecido como Expresso, é um conjunto de ferramentas de domínio público para a criação e depuração de applets e aplicativos Java. O Kalimantan não é um IDE completamente desenvolvido, mas possui dois utilitários interessantes: Inspector e o Debugger. O Inspector é uma ferramenta que permite ao programador explorar completamente o conteúdo de um objeto. O Debugger permite que o programador estabeleça pontos de interrupção em um aplicativo ou applet Java. Todas as ferramentas Kalimantan são escritas em Java, por isso são portáveis para qualquer sistema operacional que suporte Java.

O conjunto de ferramentas Kalimantan é fornecido junto com outro conjunto de ferramentas denominado dejava (Development Environment for Java), que inclui uma classe e um navegador de métodos entre outros recursos. Essas ferramentas rodam em qualquer plataforma que suporta Java, entretanto só foram testadas no Windows 95 e Sun Solaris.

Para mais informações: Kalimantan.

Roaster

O Roaster é o primeiro IDE Java comercial para o Macintosh. Os recursos do Roaster incluem um editor, um compilador, um depurador e um desassemblador de classes.

De acordo com as notas de lançamento, o Roaster funciona apenas nos modelos PowerPC do Macintosh. Além disso, o produto ainda suporta somente a primeira versão do JDK. O compilador ainda não está funcionando de forma adequada, por isso o fabricante recomenda o uso do compilador que vem com o JDK. O Abstract Windows Toolkit do Java não é completamente suportado, e nenhuma depuração em nível de fonte está disponível.

Para mais informações: Roaster.

Symantec Café

O Symantec Café é um IDE comercial de Java baseado no produto C e C++ IDE da Symantec. O Symantec Café já está disponível como um ambiente de desenvolvimento em Java Independente e completo.

O Café fornece um diagrama gráfico de hierarquia de classes Java, criado continuamente pelo IDE. Esse diagrama ajuda o desenvolvedor a compreender o layout da biblioteca de classes Java, e ver qual é o lugar das classes criadas pelo desenvolvedor. O Café também fornece um editor de classes, que permite ao desenvolvedor trabalhar com as classes em seu projeto. A edição é muito mais fácil por uma visualização de classe do que com arquivos de código-fonte individuais.

O Café também inclui dois recursos parecidos com recursos de assistente, chamados de AppExpress e ProjectExpress. Esses recursos geram um esquema completo e totalmente funcional de applet Java, que pode ser aperfeiçoado e revisado através do sistema Café.

Para mais informações: Symantec Café.

Borland C++ Versão 5.0

A versão 5.0 do Borland C++ irá fornecer suporte completo ao Java. Esse suporte inclui integração com o JDK, um editor para programadores, e um depurador gráfico em nível de códigos. O próprio depurador é escrito em Java, sendo o primeiro do gênero. Esse produto se tornou disponível em março de 1996.

O AppExpert, a vedete entre as ferramentas de desenvolvimento da Borland, é muito semelhante ao AppExpress da Symantec e ao AppWizard da Microsoft. O AppExpert permite ao desenvolvedor construir um aplicativo começando do zero; ele cria então todas as ferramentas de suporte e scripts necessários para compilar e executar o aplicativo de destino.

Para mais informações: Borland C++ Versão 5.0.
 

Java e Segurança

A Internet, e consequentemente a Web e o Java, apresenta as seguintes características:

  • É um sistema bidirecional
  • É um sistema muitos-para-muitos
  • A identidade do transmissor é programável e pode ser oculta
  • A informação transmitida pode se constituir de programas ativos.

Como em qualquer nova tecnologia, existem diversas perguntas não respondidas sobre a segurança do Java, que ainda estão sendo debatidas na Net e em outros fóruns.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes