A maior rede de estudos do Brasil

Em qual local o inibidor se liga na proteína


4 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Um inibidor, em biologia, é uma enzima que reduz velocidade da reação de um determinado processo, ou seja, possui função contrária aos catalisadores, que aceleram as reações. A inibição inespecífica diminui a atividade de todas enzimas, já a específica, atua sobre uma ou um grupo de enzimas (enzimas são proteínas que catalisam reações químicas).

Existem diversos tipos de ligação entre inibidor e proteína, o que classifica os tipos de inibição. Na inibição enzimática reversível, o inibidor se liga à proteína por uma ligação instável não covalente. Na inibição competitiva, a ligação é feita através do sítio ativo da enzima, inibindo o processo de catálise. Na inibição não competitiva, a ligação é entre inibidor e complexo ES originando um complexo inativo ESI. Por fim, na inibição irreversível, há ligação covalente entre inibidor e sítio ativo da enzima.

Um inibidor, em biologia, é uma enzima que reduz velocidade da reação de um determinado processo, ou seja, possui função contrária aos catalisadores, que aceleram as reações. A inibição inespecífica diminui a atividade de todas enzimas, já a específica, atua sobre uma ou um grupo de enzimas (enzimas são proteínas que catalisam reações químicas).

Existem diversos tipos de ligação entre inibidor e proteína, o que classifica os tipos de inibição. Na inibição enzimática reversível, o inibidor se liga à proteína por uma ligação instável não covalente. Na inibição competitiva, a ligação é feita através do sítio ativo da enzima, inibindo o processo de catálise. Na inibição não competitiva, a ligação é entre inibidor e complexo ES originando um complexo inativo ESI. Por fim, na inibição irreversível, há ligação covalente entre inibidor e sítio ativo da enzima.

User badge image

Mariana Omena

Há mais de um mês

a) Inibição reversível:
Inibidor Competitivo: liga-se ao sítio ativo (ligação Inibidor+Enzima); (muito substrato
reverte inibição)
Inibidor Incompetitivo: liga-se a um sítio que não o ativo (ligação Inibidor+Enzima-
Substrato); o efeito somente é percebido quando se tem mais Substrato;
Inibidor Não-Competitivo: liga-se a um sítio que não o ativo, mas pode formar ligação
diretamente com a Enzima ou com o complexo Enzima-Substrato; (mais substrato não reverte inibição)

b) Inibição irreversível:
O inibidor se liga de forma covalente a enzima, e destrói a ação catalítica.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas