A maior rede de estudos do Brasil

Diante de uma sociedade que tem a necessidade de mudança, como é visto por você as decisões ativistas, tomadas pelo STF nos últimos anos?


4 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Isso é uma questão muito subjetiva, mas, vamos analisar um exemplo:

Prática de aborto até o terceiro mês da gestação seria crime ou não: para alguns juristas, a não-criminalização do aborto até o 3º mês de gestação, abriu precedentes para julgamentos em instências inferiores, e até mesmo, em um caso posterior a esta decisão, uma equipe de profissionais de saúde de uma equipe médica, mesmo sendo personagens ativos em uma clínica onde eram realizados abortos, tiverem sua prisão preventiva decretada, mas, o ministro na época era de acordo com a soltura dos acusados, levando em consideração aspectos do Código Penal.

---

Dentre outras palavras, decisões ativistas são propensas a contra-partidas, tendo em vista que uma decisão tomada de forma isolada, pode desencadear uma série de diversos fatores adversos à causa.

Isso é uma questão muito subjetiva, mas, vamos analisar um exemplo:

Prática de aborto até o terceiro mês da gestação seria crime ou não: para alguns juristas, a não-criminalização do aborto até o 3º mês de gestação, abriu precedentes para julgamentos em instências inferiores, e até mesmo, em um caso posterior a esta decisão, uma equipe de profissionais de saúde de uma equipe médica, mesmo sendo personagens ativos em uma clínica onde eram realizados abortos, tiverem sua prisão preventiva decretada, mas, o ministro na época era de acordo com a soltura dos acusados, levando em consideração aspectos do Código Penal.

---

Dentre outras palavras, decisões ativistas são propensas a contra-partidas, tendo em vista que uma decisão tomada de forma isolada, pode desencadear uma série de diversos fatores adversos à causa.

User badge image

Sérgio Sá

Há mais de um mês

Visto que vivemos num sistema político bem caracterizado pela divisão tripatida definida na CF/88, é assustador ver que o Judiciário vem usurpando da função constitucional do Poder Legislativo, visto que não se trata de ser legitima ou não legitima, justa ou não justa as decisões recentes dos Tribunais Superiores, mas sim do perigo que é um poder constituido para julgar tambem começar a criar normas.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas