A maior rede de estudos do Brasil

02. Leia o texto a seguir e explique como se dá a variação morfossintática e a morfofonológica na frase destacada.

 

02. Leia o texto a seguir e explique como se dá a variação morfossintática e a morfofonológica na frase destacada.

 

 

 

Quando eu vejo em minha frente uma boiada passar,
As água corre dos olho, começo logo a chorá
Lembro a minha Vaca Estrela e o meu lindo Boi Fubá
Com saudade do Nordeste, dá vontade de aboiar

(Patativa do Assaré)

 


1 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Com relação a variação morfossintática, podemos afirmar que a mesma aconteceu devido a não conjugação do plural nos verbos e substantivos, então por exemplo, em expressões como "corre(m)", "as água(s)" "dos olho(s)", evidenciando assim, alguns erros de concordância verbal e nominal (dependendo da situação).

No que diz respeito a variação morfofonológica, a mesma aconteceu devido a não utilização da letra R e a substituição desta última pelo acento no fim da palavra "chorar", ou seja, com a substituição o resultado final foi "chorá" e houve então uma alteração final da forma como a palavra soa, caracterizando assim, uma variação morfofonológica.

Com relação a variação morfossintática, podemos afirmar que a mesma aconteceu devido a não conjugação do plural nos verbos e substantivos, então por exemplo, em expressões como "corre(m)", "as água(s)" "dos olho(s)", evidenciando assim, alguns erros de concordância verbal e nominal (dependendo da situação).

No que diz respeito a variação morfofonológica, a mesma aconteceu devido a não utilização da letra R e a substituição desta última pelo acento no fim da palavra "chorar", ou seja, com a substituição o resultado final foi "chorá" e houve então uma alteração final da forma como a palavra soa, caracterizando assim, uma variação morfofonológica.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas