A maior rede de estudos do Brasil

Como ocorre a biotrasformação da bilirubina


3 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Biotransformação é o processo pelo qual uma substância muda de uma substância química para outra (transformada) por uma reação química dentro do corpo.

Apesar disso, o metabolismo em diversas vezers não ocorre de forma específica para o processo de transformação, mas pode incluir outras fases da toxicocinética.

A bilirrubina é um dos vários metabólitos da hemoglobina . Se o corpo não puder eliminar a bilirrubina através do fígado por causa de doença , remédio ou infecção, a bilirrubina se acumula no corpo e o branco dos olhos e a pele podem parecer amarelos.

A bilirrubina caracteriza-se como sendo um tipo de substância extremamente tóxica para o cérebro dos recém-nascidos e, se presente em altas concentrações , pode causar lesão cerebral irreversível.

Biotransformação é o processo pelo qual uma substância muda de uma substância química para outra (transformada) por uma reação química dentro do corpo.

Apesar disso, o metabolismo em diversas vezers não ocorre de forma específica para o processo de transformação, mas pode incluir outras fases da toxicocinética.

A bilirrubina é um dos vários metabólitos da hemoglobina . Se o corpo não puder eliminar a bilirrubina através do fígado por causa de doença , remédio ou infecção, a bilirrubina se acumula no corpo e o branco dos olhos e a pele podem parecer amarelos.

A bilirrubina caracteriza-se como sendo um tipo de substância extremamente tóxica para o cérebro dos recém-nascidos e, se presente em altas concentrações , pode causar lesão cerebral irreversível.

User badge image

C3RBERUS .

Há mais de um mês

Ela é formada por sais biliares, gorduras, água, ácidos e por pigmentos. O pigmento predominante da bile é a bilirrubina. Este pigmento amarelado é produzido pela quebra do grupo prostético heme presente nas células sanguíneas onde a hemoglobina contida nas células é catabolizada em biliverdina.

User badge image

Alan Brito

Há mais de um mês

A bilirrubina é um pigmento da bile produzido por quebra do heme e redução da biliverdina, que normalmente circula no plasma sanguíneo. É absorvido por células do fígado e conjugado de modo a formar diglucuronide, um pigmento solúvel em água excretada na bílis. Cerca de 70% a 80% da bilirrubina são provenientes da destruição das hemácias velhas, 15% de fontes hepáticas e o restante é proveniente da destruição de hemácias defeituosas na medula óssea e nos citocromos.

Em heme e globina, o anel heme é aberto, produzindo ferro livre e biliverdina, que é reduzida a bilirrubina pela enzima biliverdina redutase. Essa bilirrubina recém-formada circula no sangue ligada à albumina sérica (forma não-conjugada). É transportada pelo sistema porta até o fígado, onde penetra no hepatócito por dois mecanismos distintos: difusão passiva e endocitose.

Uma vez dentro do hepatócito, a bilirrubina desliga-se da albumina e forma um complexo protéico com as chamadas proteínas Y e Z(também chamadas ligandinas). É então transportada para o retículo endoplasmático liso, onde se torna um substrato da enzima glicuronil transferase, dando origem a um diglicuronídeo conjugado (mono- e triglicuronídeos também são formados). A bilirrubina, agora já conjugada, é transportada até a membrana celular. Na face oposta aos sinusóides e próxima aos canalículos biliares, ela é excretada diretamente, alcançando o trato intestinal, onde é metabolizada pelas bactérias da microbiota intestinal, formando o stercobilinogênio. A maior parte deste stercobilinogênio é excretada nas fezes, outra parte é reabsorvida e eventualmente re-excretada na bile (circulação entero-hepática). Uma pequena quantidade é excretada pelos rins, sendo designado urobilinogénio.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas