A maior rede de estudos do Brasil

Qual distinção e semelhaça entre o artigo 213 e 215 do codigo penal


2 resposta(s)

User badge image

Celso Adam Junior

Há mais de um mês

O crime de Estupro(art. 213) que consiste em “Constranger alguém, mediante violência ou grave ameaça, a ter conjunção carnal ou a praticar ou permitir que com ele se pratique outro ato libidinoso” tem por principal elemento a prática da violência e da grave ameaça mesmo que não haja a conjunção carnal, bastando, apenas, o constrangimento a sua prática ou qualquer outro ato libidinoso com pena de reclusão de 6 a 10 anos. Caso essa conduta resulte lesão corporal grave ou gravíssima ou a vítima for menor de 18 ou maior de 14 anos a pena será de reclusão de 8 a 12 anos. E, se resultar morte a pena será de reclusão de 12 a 30 anos.

A Violação Sexual Mediante Fraude (art. 215) também chamada de estelionato sexual consiste em “ter conjunção carnal ou praticar outro ato libidinoso com alguém, mediante fraude ou outro meio que impeça ou dificulte a livre manifestação de vontade da vítima”. Nesse crime a vítima é levada à prática de conjunção carnal ou ato libidinoso sem sua anuência, sendo impedida ou dificultada a manifestação de sua vontade por meio de fraude praticada pelo agente, sem violência ou grave ameaça. Se a finalidade dessa conduta for à obtenção de lavagem econômica será aplicada, além da reclusão de 2 a 6 anos, multa.

O crime de Estupro(art. 213) que consiste em “Constranger alguém, mediante violência ou grave ameaça, a ter conjunção carnal ou a praticar ou permitir que com ele se pratique outro ato libidinoso” tem por principal elemento a prática da violência e da grave ameaça mesmo que não haja a conjunção carnal, bastando, apenas, o constrangimento a sua prática ou qualquer outro ato libidinoso com pena de reclusão de 6 a 10 anos. Caso essa conduta resulte lesão corporal grave ou gravíssima ou a vítima for menor de 18 ou maior de 14 anos a pena será de reclusão de 8 a 12 anos. E, se resultar morte a pena será de reclusão de 12 a 30 anos.

A Violação Sexual Mediante Fraude (art. 215) também chamada de estelionato sexual consiste em “ter conjunção carnal ou praticar outro ato libidinoso com alguém, mediante fraude ou outro meio que impeça ou dificulte a livre manifestação de vontade da vítima”. Nesse crime a vítima é levada à prática de conjunção carnal ou ato libidinoso sem sua anuência, sendo impedida ou dificultada a manifestação de sua vontade por meio de fraude praticada pelo agente, sem violência ou grave ameaça. Se a finalidade dessa conduta for à obtenção de lavagem econômica será aplicada, além da reclusão de 2 a 6 anos, multa.

User badge image

Estudante PD

Há mais de um mês

Primeiramente deve ser observado o que dispõe em cada dispositivo:

Estupro 

Art. 213.  Constranger alguém, mediante violência ou grave ameaça, a ter conjunção carnal ou a praticar ou permitir que com ele se pratique outro ato libidinoso:        

Pena - reclusão, de 6 (seis) a 10 (dez) anos.        

§ 1o  Se da conduta resulta lesão corporal de natureza grave ou se a vítima é menor de 18 (dezoito) ou maior de 14 (catorze) anos:        

Pena - reclusão, de 8 (oito) a 12 (doze) anos.           

§ 2o  Se da conduta resulta morte:           

Pena - reclusão, de 12 (doze) a 30 (trinta) anos  

Violação sexual mediante fraude          

Art. 215.  Ter conjunção carnal ou praticar outro ato libidinoso com alguém, mediante fraude ou outro meio que impeça ou dificulte a livre manifestação de vontade da vítima:         

Pena - reclusão, de 2 (dois) a 6 (seis) anos.            

Parágrafo único.  Se o crime é cometido com o fim de obter vantagem econômica, aplica-se também multa. 

As semelhanças é que ambos os crimes são classificados como comum (podem ser praticados por qualquer indivíduo), plurissubsistente (a conduta se divide em vários atos), material (necessita do resultado naturalístico para haver consumação) e o bem jurídico protegido é o mesmo que é a liberdade sexual. 

A diferença é que no estupro não há uma fraude, um ardil para enganar a vítima e assim manter relações sexuais, sendo que, na violência sexual mediante fraude há um meio fraudulento. Por exemplo, pratica o crime de violência sexual mediante fraude um indivíduo que possui um irmão gêmeo e mantém relações sexuais com a esposa desse enganando-a. 

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes