A maior rede de estudos do Brasil

Quais e como atuam os princípios da responsabilidade civil?

Direito Civil II

PUC-MINAS


5 resposta(s)

User badge image

Júnior Oliveira

Há mais de um mês

São 4 os princípios fundamentais da responsabilidade civil, conforme disposto a seguir:

Princípio da dignidade da pessoa humana

Atua como uma sentinela dos interesses da coletividade. Possui caráter de proteção e promoção de direitos. Proteção porque garante a todo indivíduo tratamento de suas necessidades de forma digna; de promoção porque promove condições de vida dignas para que o indivíduo cresça livremente.

Princípio da solidariedade

Atua inibindo o extremismo de individualidade nos eventos do dia a dia. Embasa a procura pela resolução dos conflitos da forma menos danosa e mais justa possível para as duas partes.

Princípio da prevenção

Atua no momento prévio à consumação dos eventos.

Diante da falta do agente do dano é possível observar a causa, o que foi evitado ante a prevenção.

Princípio da reparação integral

Depois de efetivado o dano, o agente tem a obrigação de ressarcir a vítima. Para tanto, esse princípio se subdivide da seguinte maneira:

Cálculo real dos danos efetivamente suportados (função concretizadora);

Reparação da integridade dos danos (função compensatória);

Vedação do enriquecimento sem causa da vítima (função identitária).

São 4 os princípios fundamentais da responsabilidade civil, conforme disposto a seguir:

Princípio da dignidade da pessoa humana

Atua como uma sentinela dos interesses da coletividade. Possui caráter de proteção e promoção de direitos. Proteção porque garante a todo indivíduo tratamento de suas necessidades de forma digna; de promoção porque promove condições de vida dignas para que o indivíduo cresça livremente.

Princípio da solidariedade

Atua inibindo o extremismo de individualidade nos eventos do dia a dia. Embasa a procura pela resolução dos conflitos da forma menos danosa e mais justa possível para as duas partes.

Princípio da prevenção

Atua no momento prévio à consumação dos eventos.

Diante da falta do agente do dano é possível observar a causa, o que foi evitado ante a prevenção.

Princípio da reparação integral

Depois de efetivado o dano, o agente tem a obrigação de ressarcir a vítima. Para tanto, esse princípio se subdivide da seguinte maneira:

Cálculo real dos danos efetivamente suportados (função concretizadora);

Reparação da integridade dos danos (função compensatória);

Vedação do enriquecimento sem causa da vítima (função identitária).

User badge image

sajeed Mauricio

Há mais de um mês


A responsabilidade civil objetiva é aquela que advém dum contracto
Ex: as responsabilidades que surgem num contracto de compra e venda, quando uma das partes violar as cláusulas contratuais e ter de indeminizar a outra parte, estaríamos perante a responsabilidade contractual, vide os art 500,799 cc português enquanto que a responsabilidade aquiliana verifica-se através dum facto ilícito, ou seja, desobediência das ordens legais onde o sujeito que agiu com dolo ou mera culpa terá de indeminizar a outra parte lesada.
Ex: A estava a conduzir a bateu o murro de B destruindo uma parte do mesmo, nestes termos A terá que arcar pelos prejuízos causados, logo estaríamos perante à responsabilidade aquiliana a luz do art 483cc português.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes