A maior rede de estudos do Brasil

Como o FAD doa seus elétrons para a cadeia respiratória?


5 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Nos cloroplastos, a luz promove a conversão da água em oxigênio e NADP + em NADPH com a transferência de íons H + através das membranas de cloroplastos . Nas mitocôndrias , é necessária a conversão de oxigênio em água, NADH em NAD + e succinato em fumarato para gerar o gradiente de prótons.

As cadeias de transporte de elétrons são os principais locais de vazamento prematuro de elétrons no oxigênio, gerando superóxido e potencialmente resultando em aumento do estresse oxidativo .

A cadeia de transporte de elétrons consiste em uma série espacialmente separada de reações redox nas quais os elétrons são transferidos de uma molécula doadora para uma molécula aceitadora. A força subjacente a essas reações é a energia livre de Gibbs dos reagentes e produtos. A energia livre de Gibbs é definida como sendo a energia disponível para o funcionamento do trabalho. Qualquer reação que diminua a energia livre total de Gibbs de um sistema é termodinamicamente espontânea.

Nos cloroplastos, a luz promove a conversão da água em oxigênio e NADP + em NADPH com a transferência de íons H + através das membranas de cloroplastos . Nas mitocôndrias , é necessária a conversão de oxigênio em água, NADH em NAD + e succinato em fumarato para gerar o gradiente de prótons.

As cadeias de transporte de elétrons são os principais locais de vazamento prematuro de elétrons no oxigênio, gerando superóxido e potencialmente resultando em aumento do estresse oxidativo .

A cadeia de transporte de elétrons consiste em uma série espacialmente separada de reações redox nas quais os elétrons são transferidos de uma molécula doadora para uma molécula aceitadora. A força subjacente a essas reações é a energia livre de Gibbs dos reagentes e produtos. A energia livre de Gibbs é definida como sendo a energia disponível para o funcionamento do trabalho. Qualquer reação que diminua a energia livre total de Gibbs de um sistema é termodinamicamente espontânea.

User badge image

Gabriel Marçal

Há mais de um mês

Os quatro pares de hidrogênios (e seus elétrons) liberados no Ciclo de Krebs são imediatamente transportado para a Cadeia Respiratória que é um processo gerador de ATPs onde o O2 serve de aceptor final dos hidrogênios (e elétrons) gerando uma molécula de H2O por cada par de elétrons que são transportados pelo NADH 

User badge image

Tayna Reis

Há mais de um mês

No início da cadeia  respiratória, o NADH é quebrado, produzindo NAD+ + H+. Ao mesmo tempo, são liberados elétrons altamente energéticos. Esses elétrons liberados são atraídos pelo oxigênio molecular (proveniente da respiração pulmonar) presente na mitocôndria.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas