A maior rede de estudos do Brasil

Escreva 10 acidentes ósseos indicando o local de ocorrência de cada um deles?

Nutrição

UNIBRA


2 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

De todas as estruturas do corpo humano, a óssea é uma das que mais sofre alteração durante o período de crescimento. Uma dessas alterações é a formação de acidentes ósseos.

Esses acidentes podem ser proeminências, depressões ou forames criados na superfície dos ossos. Como exemplos desses acidente, temos o forame magno do crânio, o meato do osso temporal, o seio paranasal dos ossos da face, a fossa da mandíbula, o côndilo do maxilar inferior, a cabeça do úmero, a faceta das vértebras, as tuberculosidades da tíbia, o trocanter do fêmur e a crista do ilíaco.

Portanto, como exemplos de acidentes ósseos, podemos citar o forame magno, o meato, o seio paranasal, a fossa, o côndilo, a cabeça, a faceta, as tuberculosidades, o trocanter e a crista que ocorrem no crânio, no osso temporal, nos ossos da face, na mandíbula, no maxilar inferior, no úmero, nas vértebras, na tíbia, no fêmur e no ilíaco, respectivamente.

De todas as estruturas do corpo humano, a óssea é uma das que mais sofre alteração durante o período de crescimento. Uma dessas alterações é a formação de acidentes ósseos.

Esses acidentes podem ser proeminências, depressões ou forames criados na superfície dos ossos. Como exemplos desses acidente, temos o forame magno do crânio, o meato do osso temporal, o seio paranasal dos ossos da face, a fossa da mandíbula, o côndilo do maxilar inferior, a cabeça do úmero, a faceta das vértebras, as tuberculosidades da tíbia, o trocanter do fêmur e a crista do ilíaco.

Portanto, como exemplos de acidentes ósseos, podemos citar o forame magno, o meato, o seio paranasal, a fossa, o côndilo, a cabeça, a faceta, as tuberculosidades, o trocanter e a crista que ocorrem no crânio, no osso temporal, nos ossos da face, na mandíbula, no maxilar inferior, no úmero, nas vértebras, na tíbia, no fêmur e no ilíaco, respectivamente.

User badge image

Hellen Cristiny

Há mais de um mês



TIPOS DE ACIDENTES ÓSSEOS

CRISTA: Uma linha óssea proeminente, aguçada.

CÔNDILO: Uma proeminência arredondada que se articula com outro osso.

EPICÔNDILO: Uma pequena projeção localizada acima ou no côndilo.

FACETA: Uma superfície articular lisa, quase achatada.

FISSURA: Uma passagem estreita como uma fenda.

FORAME: Um buraco; uma passagem através de um osso.

FOSSA: Uma depressão; muitas vezes usada como superfície articular; área côncava ou deprimida.

FÓVEA: Uma cova; geralmente usada como ponto de fixação, mais do que para articulação.

CABEÇA: Geralmente a extremidade maior de uma osso longo; freqüentemente separada do corpo por um colo estreitado.

LINHA: Uma pequena elevação linear.

MEATO: Um canal dentro de um osso

Exemplos:
Crista ilíaca- osso ilíaco (quadril)
Côndilo lateral do fêmur
Epicôndilo lateral do fêmur
Fissura orbital inferior
Foram oval- esfenoide
Fossa cerebelar- occiptal
Fovea submandibular- mandíbula
Cabeça do fêmur
Linha miloidea- mandíbula
Meato acústico interno- osso temporal

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas