A maior rede de estudos do Brasil

Descreva quais são os ganhos para aplicação de lajes e vigas protendidas para execução de obra prediais.


1 resposta(s)

User badge image

Chapinha Ch

Há mais de um mês

Lajes e vigas protendidas pós-tensionadas com cordoalhas engraxadas

Há muitos anos a protensão do concreto vem evidenciando vantagens técnicas e econômicas aplicadas à engenharia moderna. Nos últimos anos, graças a um número apreciável de experiências feitas pelo mundo afora, as características do concreto protendido vêm sendo aproveitadas também em edifícios e particularmente em sobrados comerciais e residenciais com o uso de vigas e lajes protendidas na própria obra.

A protensão do concreto é obtida com a utilização de cabos de aço de alta resistência (cordoalhas engraxadas) que são montados pelo fornecedor do serviço antes da concretagem da estrutura e posteriormente fixados no próprio concreto. Após alguns dias, quando o concreto atingir a resistência mínima de cálculo, os cabos são tracionados por equipamento hidráulico devidamente calibrado e especialmente fabricado para este tipo de serviço. Os cabos de protensão têm resistência em média quatro vezes maior do que os aços utilizados no concreto armado convencional
Dentro das vantagens que esta técnica pode oferecer, temos:

  • Melhor comportamento da estrutura com relação às fissuras;
  • Redução das dimensões das vigas da estrutura e alturas de lajes devido à maior resistência dos materiais empregados permitindo maleabilidade nos projetos arquitetônicos;
  • Permite vencer vãos maiores que o concreto armado convencional com as mesmas alturas de vigas e lajes;
  • Permite a eliminação de pilares em meio aos ambientes oferecendo um melhor aproveitamento da área útil.
  • O emprego de aços de alta resistência conduz a estruturas mais econômicas, pois com a eliminação de pilares, algumas vantagens são evidentes durante a execução da obra no que diz respeito à economia em fundações, em material (aço, concreto, madeira para confecção de fôrmas, etc.), tempo e mão-de-obra especializada tais como carpinteiros, armadores e outros;
  • Na laje lisa protendida com cordoalhas engraxadas, as deformações oriundas do peso próprio podem ser completamente eliminadas;
  • Como a laje lisa protendida trabalha com tensões relativamente baixas, é possível uma retirada antecipada do escoramento e das formas.
  • Vãos maiores e grande esbeltez diminuem o peso próprio, a carga sobre os pilares e fundações e a altura total do edifício, permitindo por vezes o acréscimo de um pavimento.
  • A laje plana lisa protendida oferece maior resistência ao puncionamento.

Lajes e vigas protendidas pós-tensionadas com cordoalhas engraxadas

Há muitos anos a protensão do concreto vem evidenciando vantagens técnicas e econômicas aplicadas à engenharia moderna. Nos últimos anos, graças a um número apreciável de experiências feitas pelo mundo afora, as características do concreto protendido vêm sendo aproveitadas também em edifícios e particularmente em sobrados comerciais e residenciais com o uso de vigas e lajes protendidas na própria obra.

A protensão do concreto é obtida com a utilização de cabos de aço de alta resistência (cordoalhas engraxadas) que são montados pelo fornecedor do serviço antes da concretagem da estrutura e posteriormente fixados no próprio concreto. Após alguns dias, quando o concreto atingir a resistência mínima de cálculo, os cabos são tracionados por equipamento hidráulico devidamente calibrado e especialmente fabricado para este tipo de serviço. Os cabos de protensão têm resistência em média quatro vezes maior do que os aços utilizados no concreto armado convencional
Dentro das vantagens que esta técnica pode oferecer, temos:

  • Melhor comportamento da estrutura com relação às fissuras;
  • Redução das dimensões das vigas da estrutura e alturas de lajes devido à maior resistência dos materiais empregados permitindo maleabilidade nos projetos arquitetônicos;
  • Permite vencer vãos maiores que o concreto armado convencional com as mesmas alturas de vigas e lajes;
  • Permite a eliminação de pilares em meio aos ambientes oferecendo um melhor aproveitamento da área útil.
  • O emprego de aços de alta resistência conduz a estruturas mais econômicas, pois com a eliminação de pilares, algumas vantagens são evidentes durante a execução da obra no que diz respeito à economia em fundações, em material (aço, concreto, madeira para confecção de fôrmas, etc.), tempo e mão-de-obra especializada tais como carpinteiros, armadores e outros;
  • Na laje lisa protendida com cordoalhas engraxadas, as deformações oriundas do peso próprio podem ser completamente eliminadas;
  • Como a laje lisa protendida trabalha com tensões relativamente baixas, é possível uma retirada antecipada do escoramento e das formas.
  • Vãos maiores e grande esbeltez diminuem o peso próprio, a carga sobre os pilares e fundações e a altura total do edifício, permitindo por vezes o acréscimo de um pavimento.
  • A laje plana lisa protendida oferece maior resistência ao puncionamento.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes